Tempestade matou quatro pessoas no Rio

Corpos de duas pessoas que estavam desaparecidas foram localizados pelos bombeiros

Por O Dia

Rio - Quatro pessoas morreram em decorrência das chuvas. Duas pessoas morreram em um desabamento na Rua Aparena, na comunidade Chácara do Céu, no Leblon. Uma das vítimas foi identificada como Luciano R. Modesto, 38 anos. Outras duas pessoas pessoas estavam desaparecidas e tiveram as mortes confirmadas neste domingo. O corpo de Carlos M. Silva, 58 anos, foi localizado em um córrego na Rocinha, e o de Luiz Carlos de França Câncio, 57anos foi encontrado na Avenida dos Italianos, em Rocha Miranda. 

GALEIRA: Chuva provoca alagamentos e desabamentos em vários bairros do Rio

Temporal causa transtorno em vários bairros do RioWhatsApp O DIA (98762-8248)

Após temporal no início da noite deste sábado, o Rio voltou ao Estágio de Atenção por volta das 3h deste domingo devido à chuva que foi registrada durante a madrugada. O alerta foi feito pelo Centro de Operações da Prefeitura do Rio. A cidade amanheceu com lama e lixo em diversos pontos. A previsão para o dia de hoje é de que mais chuva em diversos pontos da cidade. Durante a tarde, a expectativa é de chuva fraca a moderada acompanhadas de ventos moderados. 

Através do WhatsApp do Dia%2C leitores relataram os transtornos causados pelo temporal em seus bairrosWhatsApp O DIA (98762-8248)

O temporal foi concentrado entre às 19h e às 21h. Nesse intervalo de duas horas, os índices pluviométricos registrados nas estações Alto da Boa Vista: 165,8 milímetros (mm) e Tijuca/Muda 123,2 (mm) foram considerados históricos para a região. Em 60 minutos, choveu na cidade o equivalente a seis horas do último temporal registrado em algumas cidades da região metropolitana de São Paulo, na última quinta-feira.


Últimas de Rio De Janeiro