Polícia faz operação no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo

Objetivo é cumprir mandados de prisão contra acusados de matar inspetor penitenciário em dezembro do ano passado

Por O Dia

Rio - Policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) deram início à operação para prender três pessoas acusadas de latrocínio no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, na manhã desta segunda-feira. Os agentes visam cumprir três mandados de prisão e seis mandados de busca e apreensão nas localidades conhecidas como Itaúna e Porto do Rosa.

Segundo as investigações, Wilverton Soares Peçanha, o “Garrafão”, Igor de Assis Bernardo e Kleber Pinheiro da Silva, o “KL”, são apontados como integrantes do tráfico de drogas do Complexo do Salgueiro e mataram o inspetor penitenciário Paulo Fernando de Oliveira Lima, no dia 9 de dezembro do ano passado, em Boaçu, durante assalto. Eles também teriam levado o carro e o celular da vítima.

De acordo com o delegado Daniel Valença, Kleber já esteve preso por tráfico de drogas e cumpriu sua pena na mesma unidade em que a vítima trabalhava. Ainda de acordo com Valença, o acusado pode ter reconhecido o inspetor durante a ação. 

A polícia aponta também aponta Wilverton como o responsável por diversos roubos na região e que teria planejado um ataque à sede da DHNSG, em Niterói.

“O ataque se iniciaria camuflado na forma de um protesto na porta da unidade, orquestrado por “Garrafão”. Logo em seguida, rojões seriam disparados contra as instalações e viaturas da delegacia. Mas este ataque foi frustrado devido ao trabalho de inteligência realizado pela Polícia Civil. Obtivemos a informação antecipada, bloqueamos a rua de acesso à unidade e colocamos policiais de prontidão nas imediações.”, explicou o delegado.
 

Últimas de Rio De Janeiro