'É um absurdo isso acontecer', diz Paes sobre buracos no novo Elevado do Joá

Legado olímpico custou R$ 458 milhões à Prefeitura e, segundo prefeito, ainda está na garantia. Reparos foram feitos

Por O Dia

Rio - Inaugurado no último dia 28, o novo Elevado do Joá já apresentou sinais do trabalho mal executado com buracos na pista, 10 dias após ser liberado. O prefeito Eduardo Paes se pronunciou nesta quarta-feira sobre o problema e afirmou ser inaceitável uma obra de mais de R$ 450 milhões ter problemas em tanto pouco tempo.

“É inaceitável que aconteça como aconteceu no Elevado do Joá. Tem que cobrar, se paga uma fortuna nessas obras. Você tem um problema de qualidade, às vezes, de mão de obra, de serviço fornecido, que não é específico das empresas que prestam serviço público. (...) A empresa tem que consertar, encapar direito, não deixar isso um remendo no asfalto novinho (...).. É um absurdo isso acontecer. Essas obras, graças a Deus, estão na garantia pra você recuperar isso”, disse o Paes, em entrevista ao Bom Dia Rio, da TV Globo.

LEIA MAIS: Dez dias após obras, novo Elevado do Joá tem buracos

Inaugurado no final de maio%2C Elevado do Joá já sofre reparos por conta de buracos Sandro Vox / Agência O Dia

Ainda nesta terça-feira, funcionários da prefeitura realizaram um reparo provisório na via expressa, que deve passar por um reparo mais definitivo. Ao DIA, também ontem, a Secretaria Municipal de Obras afirmou que considera inadmissíveis as falhas verificadas. Já a Odebrecht, responsável pela obra, informou que os ocorridos são pontuais. Segundo a construtora, o contratempo foi decorrente de comprometimento da base do pavimento no local e todo o material aplicado no Novo Joá foi aprovado após controle de qualidade e tecnológico.

Últimas de Rio De Janeiro