Barcelona prospecta craques e parceiros no mercado brasileiro

O time quer formar valores fora da Espanha em vez de gastar milhões de euros com estrangeiros, como foi no caso da problemática negociação de Neymar

Por O Dia

O objetivo do processo seletivo é criar atletas que incorporem os valores da instituição.Divulgação

São cada vez mais estreitos os laços entre o gigante Barcelona e o Brasil. E não estamos falando de Neymar e Daniel Alves, os craques brasileiros que atuam pelo time. Essa semana, os garotos aprovados na seletiva promovida pela escola do clube catalão no Brasil estão na Espanha para conhecer suas instalações e participar de um torneio que reunirá os melhores entre os quatro mil candidatos a futuros niños da Cantera, como são chamadas as categorias de base do Barça. O propósito é formar valores fora da Espanha em vez de gastar milhões de euros com estrangeiros, como foi no caso da problemática negociação de Neymar, que além de milhões de dólares de multa, pode levar à cadeia o ex-presidente Sandro Rosell. As autoridades espanholas estão perto de concluir o inquérito que apura irregularidades na negociação entre o Barça e a empresa que administra a carreira de Neymar, a NR Sports.

Os candidatos a novos “Messi” e “Neymar” passaram por um processo seletivo em que foram avaliados outros quesitos além da habilidade com a bola. Para o clube, a formação e a estrutura familiar são quase tão importantes quanto o talento em campo. O objetivo é criar atletas que incorporem os valores da instituição. Com isso, candidatos a Bad Boys são logo excluídos do processo. Além de craques, o Barcelona também prospecta parceiros no mercado brasileiro. No final de 2014, assinou acordo com a empresa de Neymar para captar patrocínios. Com a intermediação da agência do 10 da Seleção, a Tenys Pé Baruel se tornou a primeira marca brasileira a patrocinar a potência catalã.

Cruzeiro é o mais caro da Libertadores

Mesmo com a perda de estrelas como Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart, o Cruzeiro lidera o ranking dos times mais valiosos da Copa Libertadores 2015, segundo levantamento da Pluri Sportmetric. O valor de mercado do elenco cruzeirense bate na casa dos R$ 197,4 milhões. São Paulo, Atlético-MG e Corinthians aparecem na sequência. Somados, os jogadores dos cinco times brasileiros na competição valem R$ 815 milhões.

CBDN lança projeto para Jogos de 2026

Nos próximos dias, a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) apresenta um plano ousado para que o país conquiste a primeira medalha olímpica de sua história nos Jogos de Inverno de 2026, ainda sem local definido. O planejamento prevê aumento de investimentos, o desenvolvimento de um plano de metas por resultados e outras ações que visam aprimorar o desempenho dos atletas brasileiros da neve.

Número da semana

R$ 105 mi: Esse foi o valor pago pela Maxion Empreendimentos Imobiliários, de Porto Alegre, pelo estádio Brinco de Ouro da Princesa, do Guarani de Campinas, que foi a leilão para pagar as dívidas trabalhistas do clube, o único do interior do país a conquistar um título brasileiro, em 1978. O Guarani promete recorrer da decisão

INVESTCRAQUE

Fabiana Murer,
bicampeã mundial no salto com vara

Fabiana Murer acaba de terminar a temporada de competições indoor com a melhor colocação no ranking do salto com vara. Além das medalhas de ouro no Mundial Indoor de Doha, em 2010, e no outdoor de Daegu em 2011, ela venceu a Diamond League em 2010 e 2014; o Pan-Americano do Rio em 2007 e é a atual detentora do recorde sul-americano da modalidade, com a marca de 4,85 m. Esses resultados fazem dela uma das favoritas à conquista de medalha no ano que vem, nos Jogos do Rio. Só o pódio apagaria as péssimas lembranças que guarda das Olimpíadas de Londres e Pequim. Nessa última, ficou marcada pela perda de uma de suas varas, quando se preparava para um salto decisivo. Como investidora, Fabiana gosta de diversificar. Seu dinheiro está dividido em aplicações como Letras de Crédito do Agronegócio (LCA), CDB, Poupança e Previdência Privada.

Últimas de _legado_Notícia