Por O Dia

Nas últimas semanas, na cidade do Rio de Janeiro, a Iglesia ni Cristo, cuja administração central fica nas Filipinas, através da Fundação Felix Y Manalo, realizou um grande esforço de Ajuda para a Humanidade que beneficiou 20 mil residentes de algumas das comunidades mais pobres da região. Durante quatro dias — de 8 a 11 de junho de 2017 — em quatro locais diferentes, sendo eles o Clube Portuguesa na Ilha do Governador, o Clube Novo Rio no Recreio das Bandeirantes, o GRES Unidos de Vila Isabel em Vila Isabel e o Complexo Esportivo da Rocinha na Rocinha, as cestas básicas foram entregues de forma eficiente e organizada para os necessitados. Mais de 50 comunidades se beneficiaram no referido evento.

Enquanto a Iglesia ni Cristo (INC), em português Igreja de Cristo, realizou esforços de ajuda humanitária importantes em locais de muita necessidade em outros países, como Filipinas e África, esta é a atividade de maior escala realizada até agora pela INC no Hemisfério Ocidental. A expansão dos esforços da Igreja vem após um marco no crescimento da Iglesia Ni Cristo nesta parte do mundo, a visita pastoral do Ministro Executivo de Iglesia Ni Cristo, Irmão Eduardo V. Manalo, no Rio de Janeiro em janeiro de 2017.

Em fevereiro, eventos de ajuda em escala menor chegaram às comunidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Esses esforços levaram a ajuda necessária para os lares de 2.000 habitantes nas comunidades de Guarulhos, São Paulo e Rocinha, no Rio de Janeiro. Esses eventos ajudaram a abrir caminho para o mais recente esforço de Ajuda à Humanidade no Rio.

Entrega de cestas básicas feita pela Iglesia ni Cristo beneficia mais de 50 comunidadesTop 3 Entretenimento/Divulgação

O grande número de pessoas que buscavam o auxílio fornecido pela INC refletia as condições de vida que muitos moradores da comunidade têm de suportar. Muitos contaram quão grave era a necessidade de suas próprias famílias e vizinhos, e como o evento da Ajuda para a Humanidade teria um impacto real em ajudar aqueles necessitados.

Rommel Cardozo, administrador regional da Rocinha, a maior comunidade do Rio, compartilhou que se o governo e a Iglesia ni Cristo trabalharem juntos, será de grande benefício para os moradores do Rio de Janeiro. Muitos dos beneficiários da ajuda elogiaram a INC por fornecer ajuda às comunidades sem outros interesses além de ajudar os necessitados e compartilhar sua fé.

O Auditor Geral da Iglesia Ni Cristo, Irmão Glicerio B. Santos, Jr., afirmou no evento que a INC tem grandes planos para continuar o trabalho de ajuda humanitária no Brasil. Outro evento de Ajuda para a Humanidade já está em estágio de planejamento para ocorrer provavelmente em outubro deste ano. Além disso, o irmão Santos também afirmou os potenciais planos de iniciativas de projetos de subsistência no Brasil, semelhantes às fábricas de vestuário e comunidades eco-agrícolas lançadas pela INC em outras regiões do mundo. A Igreja já está buscando locais para realizar este plano.

À medida que a Iglesia Ni Cristo continua a expandir-se no Brasil e em outros países da América Central e do Sul, incluindo as Ilhas do Caribe, espera-se que haja mais esforços de propagação.

Últimas de _legado_Notícia