01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

MÃO NA RODA

Aplicativo conecta motoristas a pequenos e médios produtores para o transporte de cargas leves no Rio

Por Bernardo Costa

Foi a partir da experiência pessoal na transportadora Gratas que o empresário Humberto Bahia teve a ideia para desenvolver uma startup. A inovação não foi o ponto de partida, mas o caminho para suprir uma lacuna que constatou no mercado de transporte de cargas: a pouca assistência ao pequeno e médio produtor. Para atendê-los, aposta na criação do aplicativo Vai Fácil, para conectar clientes a motoristas cadastrados, que darão destino a cargas de até 1.500 quilos após aceitarem as notificações na tela do celular.

É o caso, por exemplo, de um artesão ou designer de móveis. "Ou ele produz ou para tudo pra entregar os pedidos. Os microempresários não têm capacidade de gerar uma demanda que possa interessar as transportadoras, que trabalham com um mínimo de 100 pedidos por mês, por cliente", diz Humberto Bahia.

CERCA DE 300 INSCRITOS NO RIO

No momento, há 300 veículos inscritos no aplicativo, que atuam na Região Metropolitana do Rio. Para se cadastrar, o proprietário do veículo deve acessar o site vaifacil.com e preencher um formulário. A empresa entra em contato e agenda uma inspeção técnica na garagem da firma, em Botafogo, na Zona Sul. "O proprietário leva o veículo para a vistoria, em que analisamos documentos e verificamos se o carro tem condições de atender às especificidades do aplicativo", explica o empresário.

Para o usuário, basta baixar o aplicativo no celular e fazer o pedido após especificar as características da carga. Em seguida, deve postar, no app, uma foto dela. Há opções de transporte em três níveis: pequeno (até 650 quilos), médio (até 900 quilos) e grande (até 1,5 toneladas) de volume.

Além disso, o cliente informa se precisará de ajudante de motorista ou de montador. "Ele ainda pode apontar se o local de origem e de destino da carga conta com escada, elevador ou acrescentar qualquer outro tipo de referência. Ou seja, o motorista tem a noção exata do serviço que vai realizar ao receber a notificação", explica Humberto Bahia.

Com o aplicativo, o empresário também acredita que possa causar um impacto positivo na economia local: "Os microempresários são cada vez mais representativos no mercado. Muitas das vezes, eles empreendem por necessidade. Com o serviço a preços acessíveis, podemos ajudá-los a desenvolver os seus negócios".

VANS PARA TURISMO

Além do serviço de cargas, o aplicativo Vai Fácil também transporta grupos de passageiros em vans. No segmento, o foco é o turismo no Rio de Janeiro. Há opções para pessoas físicas ou empresas, como hotéis e agências de viagens, que podem solicitar um motorista bilíngue e reservar uma van por até oito horas.

Em ambos os casos, no transporte de carga ou de passageiros, o cliente acompanha o deslocamento na tela do celular e recebe relatórios por e-mail. A cada serviço, apenas o cliente e o motorista têm acesso às informações, que ficam registradas e protegidas no banco de dados da empresa.