01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

EM DEFESA DA UERJ

Por O Dia

Oobjetivo principal desta coluna é ajudar no processo de escolha das carreiras com informações úteis sobre o mercado de trabalho, os detalhes das profissões e os cursos universitários. Impossível, porém, deixar passar em branco o absurdo parecer dado por uma técnica do Tesouro Nacional sobre o que o governo do Rio deve fazer, caso as medidas previstas no acordo de Recuperação Fiscal não sejam suficientes para sanear as finanças do estado. Sem nenhum pudor, a técnica sugere a redução da oferta de vagas no ensino superior.

VISÃO CONTÁBIL DA EDUCAÇÃO

Seja o governo federal de que corrente ideológica for, é inaceitável que veja a Educação dessa forma, simplesmente como gasto a ser cortado sem nenhum cuidado quando as contas não fecham. Enquanto salários do Executivo, Legislativo e Judiciário estão nas alturas e as verbas para emendas parlamentares são liberadas sem qualquer freio, não há arrocho que possa justificar redução de vagas em universidades tão importantes quanto Uerj, Uenf e Uezo. A primeira, em especial, tem que ser exaltada por todos os serviços que presta à sociedade fluminense e pelos profissionais de alta qualidade que formou.A Uenf, um projeto do genial Darcy Ribeiro, é pólo educacional importante na Região Norte do estado. O mesmo se pode dizer da Uezo para a Zona Oeste do Rio.