Adolescentes inocentes são perseguidos na internet

No assalto em shopping, menor apreendido foi deixar currículo

Por O Dia

Casos de compartilhamentos de imagens e notícias falsas, ou que não sejam inteiramente verdadeiras, têm sido cada vez mais comuns na internet. A apreensão, ontem, de um adolescente suspeito de participação no assassinato de Maria Alcina Gil, de 66 anos, morta a facadas na última terça-feira, tem colocado em risco a vida do jovem de 16 anos.

Ele foi levado à delegacia com um outro menor, que confessou o crime, e foi liberado após ser descartada sua participação. No entanto, sua foto vem sendo compartilhada nas redes sociais como um dos envolvidos na morte da idosa. Nos comentários da imagem, há desde calúnias até ameaças de morte.

De acordo com o delegado Alan Duarte, da DH de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, o rapaz foi apreendido junto com o outro adolescente, que confessou o crime, no SkatePark, em São Francisco, onde ocorreu o caso, e levado para a delegacia. "Ele é inocente. O outro menor confessou ter matado a idosa e disse que o outro não tinha participação", disse Alan.

Em um outro caso, um jovem de 19 anos foi preso junto com outros dois, por suspeita de assalto a uma loja do shopping Partage, em São Gonçalo. O rapaz foi capturado após cumprimentar a dupla, que morava na mesma região. Na 72ª DP (São Gonçalo), o delegado Flávio Narcizo informou que X. não havia participado do assalto. "Ele estava no shopping para entregar um currículo e acabou se encontrando com os autores, que moram em sua região. Verificarmos que ele chegou ao local em um momento completamente dissociado ao dos suspeitos e confirmarmos a sua história", explicou Narcizo. Na foto, divulgada em grupos de São Gonçalo no Facebook, o jovem aparece algemado e sentado sob um envelope.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro