Titãs aquecem para Who e Guns

Banda tocou sucessos, como 'Aluga-se'; no Sunset, menções ao caos na Rocinha e aos direitos LGBT

Por TÁBATA UCHÔA

Os Titãs abriram o Palco Mundo na noite de ontem ao som de uma vinheta instrumental de 'O Guarani' (de Carlos Gomes) e prosseguiram com hits clássicos e clima de protesto garantido com a versão da banda para 'Aluga-se', de Raul Seixas, que propõe o aluguel do Brasil e tem o verso "a Amazônia é o jardim do quintal" (que fez a plateia levantar os braços e cantar junto, bem alto). A banda traz apenas três integrantes da formação clássica (Branco Mello, Sergio Britto e Tony Belloto), mais Beto Lee (guitarra) e Mario Fabre (bateria). No repertório, músicas novas como 'Me Estuprem' e 'A Festa'.

No Palco Sunset, a guerra na Rocinha foi lembrada nos shows de Quabales, com participação de Margareth Menezes (e Di Ferrero, do NX Zero) e do Cidade Negra com Spok e Digital Dubs tocando Gilberto Gil. Já Karol Conka se apresentou como convidada do Bomba Estéreo. A rapper empolgou com suas músicas e um discurso pelos direitos da mulher, pedindo valorização e respeito. Ela também saiu em defesa do público LGBT. "Estou aqui para representar a diversidade", disparou Karol.

Antes do Guns n' Roses, a principal atração, os fãs estavam empolgadíssimos para ver Axl Rose e Slash juntos novamente. "Estou no Rio especialmente para ver o Guns. A gente foi no show deles em São Paulo também, e agora eles não atrasam mais. Quero muito ver o Axl e o Slash juntos", disse o paulistano Daniel Goulart Teixeira, 32 anos.

Os amigos Letícia Ribeiro, 25 anos, Gustavo Ribeiro, 22, e Florence Almada, 23, também vieram de Minas Gerais apenas para ver a banda. "Agora que eles estão com o trio original a energia é outra", analisou Gustavo. Tauana Machado, 27 anos, de Volta Redonda, disse que não perderia o show por nada. "É a formação quase original. Eu comecei a escutar rock por causa do Guns", garantiu.

Sexta-feira, o show da banda Bon Jovi fechou o quinto dia de festival e levou os fãs ao delírio, com clássicos como 'Bad Name', 'Bed of Roses' e 'It's My Life'. Só faltou 'Always', berradíssima pela plateia, mas não atendida. Empresas aérea e de turismo de Portugal divulgaram o Rock in Rio Lisboa, de olho em 2018.

Galeria de Fotos

Bon Jovi encerrou a quinta noite do Rock in Rio: 30 anos de carreira em show sólido Daniel Castelo Branco / Agência O Dia
Rapper Karol Conka se apresentou como convidada do Bomba Estéreo no Palco Sunset Maira Coelho/Agencia O Dia

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro