01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

Uma dona de bar que é cheia de mistérios

Mayana Neiva interpreta Mariela na segunda temporada da série 'O Hipnotizador'. "Ela se aproxima do Arenas", conta

Por gabriel sobreira

O ator argentino Leonardo Sbaraglia vive o protagonista Arenas
O ator argentino Leonardo Sbaraglia vive o protagonista Arenas - Divulgação/HBO

Uma mulher misteriosa. É assim que Mayana Neiva, 34 anos, define Mariela, sua personagem na série 'O Hipnotizador', que estreia a segunda temporada hoje, às 23h, na HBO. "Ela se envolve com o Arenas (Leonardo Sbaraglia, o protagonista) e é uma das primeiras pessoas que ele conhece na ilha. Eles têm uma aproximação, mas é uma amizade, porque ela é apaixonada por Carlos (Alvaro Armand Ugon) e é dona de um bar, Luna Roja, onde tudo acontece", diz Mayana, que, ao lado de Fernando Alves Pinto (Morton), são os brasileiros com destaque na trama. "Na história, falo espanhol e português. Como já estudei e realizei outros trabalhos na língua estrangeira, não tive problemas", revela a intérprete, que morou três anos e meio em Nova York.

O elenco, que tem o ator argentino Chino Darín, entre outros, é festejado por Mariana. "É incrível estar com ótimos profissionais com referência na América Latina. Aprendi muito com cada um deles", comemora.

HISTÓRIA

Nessa temporada, Natalio Arenas está disposto a realizar o seu maior desejo: ir para onde ninguém o conhece e deixar para trás a função de hipnotizador. A bordo de um barco ele chega em uma ilha, Puente Blanco, que inicialmente parece perfeita. Porém, ao conhecer os moradores da região, ele descobre que nada é como parece. Em suas sessões, ele desenterra segredos de quem cruza seu caminho.

"Foi uma maravilha gravar no Uruguai. Foram três meses de trabalho", conta a atriz, que nos próximos dias vai lançar na Argentina o telefilme 'Encerrados'. "Interpreto uma prostituta brasileira", conta ela, sobre a produção argentina.

VILANIA

Para a atriz, o caráter misterioso de Mariela não é garantia de vilanias. "Ela é liberta e à frente do próprio tempo. Esse jeito dela não era algo que o Arenas esperava encontrar nessa ilha", ressalta. "Ela tem muitas cores. O figurino e a maquiagem são diferentes dos demais personagens, que são monocromáticos. A Mariela me fascina", derrete-se.