01 de janeiro de 1970
  • WhatsApp (21) 98762-8248

Evento traz 250 filmes para a cidade

Produções estão divididas em 15 mostras; a de Realidade Virtual é novidade desta edição

Por ASSINATURA REPÓRTER ???? ? ???????

Há quase duas décadas, o Rio de Janeiro, uma vez por ano, vira a capital do cinema. Chegou a hora! O Festival do Rio reúne em sua extensa programação, que vai até 15 de outubro, mais de 250 filmes, espalhados em 15 mostras em cerca de 20 locais de exibição na cidade. E ainda recebe profissionais do audiovisual para seminários e workshops.

Além das mostras tradicionais - Panorama do Cinema Mundial, Première Brasil, Première Latina, Expectativa, Mostra Geração, Midnight Movies e Docs, Fronteiras, Meio Ambiente e Itinerários Únicos -, o festival traz novidades nesta edição, como o Prêmio Felix, que vai eleger o melhor filme de temática LGBTQ. Outra novidade é a Mostra VR: Realidade Virtual. No Centro Cultural Justiça Federal, o público terá a chance de vivenciar uma nova forma de assistir ao cinema com aparatos tecnológicos inéditos.

Segundo Ilda Santiago, diretora executiva do Festival, todas essas inovações são reflexo do desenvolvimento maduro percorrido pelo evento. "O festival se tornou muito mais sólido, nossa sintonia com o público é maior. Por isso, podemos trazer essa programação tão diversa", conta ela. Para Ilda, o sucesso do evento se dá pela proximidade que o cinema cria com o seu espectador. "Existe uma preocupação no cinema de tentar mostrar o mundo que estamos vivendo a partir das histórias, das imagens, construir uma ideia de acolhimento com o público", revela.

O Festival também promove shows no Teatro Rival com artistas como Alcione, Zélia Duncan, Silvia Machete, entre outros. Além da antiga parceria com a Orquestra Petrobras Sinfônica, que vai homenagear este ano o cineasta Tim Burton.