Prêmio de consolação no fim

Em jogo dominado pelo Avaí, Gatito faz milagres e Fogão empata no último lance

Por O Dia

No dia do nascimento de Garrincha, o torcedor alvinegro teve pouco motivo para comemorar. O empate em 1 a 1 com o Avaí, na Ressacada, gols de Marcos Vinícius e Marquinhos, evidenciou a vertiginosa queda de produção do Botafogo no Brasileiro. Se vivo fosse, Mané teria completado ontem 84 anos. Justo ele que deu tanta alegria ao povo, em especial ao botafoguense, lamentaria a perda do poder de improviso no ataque do Glorioso.

Os quatro atacantes testados ao longo dos 90 minutos não empolgaram, e muito menos 'entortaram' seus marcadores. A previsibilidade do engessado meio de campo, com três volantes, dificultou a promessa do técnico Jair Ventura de se arriscar em Florianópolis. Sem criatividade, a equipe não conseguia furar a retranca do Avaí.

Nem o forte vento a favor no primeiro tempo foi suficiente para lançar o Botafogo à frente. Na triangulação entre Pimpão, Lindoso e Victor Luis faltou um 'pé' para empurrar a bola para o gol. Pouco para quem almeja o G-4.

TROCAS NÃO SURTEM EFEITO

Substituto de Jair Ventura, suspenso, o auxiliar Emílio Faro tentou abrir a equipe com Marcos Vinícius no lugar de Matheus Fernandes. O Avaí voltou com o veterano Marquinhos, porém, foi a mudança de atitude que fez a diferença. Com cinco defesas difíceis, Gatito Fernández fez o que pôde para evitar o pior. Não contava, porém, com o toque de mão de Pimpão dentro da área.

Aos 20 minutos, Marquinhos converteu a cobrança de pênalti, dando início ao desespero alvinegro. Mais vontade do que qualidade, o Botafogo se expôs ao tentar chegar à frente para empatar. A melhor chance surgiu na bola de Lindoso no travessão, aos 39. Assim como o sumiço dos gandulas, a esperança dos cariocas parecia perdida. Porém, aos 49, Marcos Vinícius empatou, após o bate e rebate na área. Diminuiu o prejuízo, porém, não a má impressão.

Galeria de Fotos

Victor Luis e Júnior Dutra disputam a bola na Ressacada: o time alvinegro fez um péssimo segundo tempo, mas lutou e conseguiu marcar no fim Fernando Remor/Mafalda Press
Tite convocação para amistosos de novembro 2017 Lucas Figueiredo/CBF

Comentários

Últimas de Esporte