LEVIR DEMITIDO, LEVIR CONTINUA

Por O Dia

Levir Culpi esteve desempregado ontem por poucas horas. A diretoria do Santos ficou incomodada com a entrevista do treinador após o empate em 1 a 1 com o Sport na qual ele criticou o ambiente do clube, que terá eleições em dezembro e resolveu demiti-lo, pressionada pela torcida, que foi ao Aeroporto de Congonhas de manhã para protestar. Mas os jogadores não concordaram com a atitude. Depois de uma reunião com o grupo, o presidente Modesto Roma Júnior mudou de ideia e resolveu manter o técnico no cargo. "Ouvimos o grupo e a comissão técnica para termos uma ideia das nossas decisões. Viemos decididos a conversar e optamos pelo melhor para o Santos", afirmou o dirigente.

Comentários

Últimas de Esporte