Jean promete dar a vida diante do Fla

Idolatrado pela torcida, volante diz que grupo não medirá esforços para bater o eterno rival e entrar de vez no G-7

Por O Dia

Jean mostrou raça e conquistou a torcida ao longo da temporada
Jean mostrou raça e conquistou a torcida ao longo da temporada - Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Aos 23 anos, Jean precisou de pouco tempo para conquistar a exigente torcida do Vasco. Contratado ao Paraná, ele chegou a São Januário como uma aposta e hoje está nos braços da galera. Seu desempenho na cabeça da área lhe rendeu o apelido de pitbull. Tanto que, quando toca na bola, os vascaínos começam a imitar um cachorro.

"Chegar no Vasco, um clube com essa grandeza, e ter isso... É uma boa conexão entre torcida e jogador", disse Jean, maior ladrão de bolas deste Campeonato Brasileiro, com 96 desarmes.

Jean estará em campo no sábado, às 19h, contra o Flamengo, no Maracanã. E o que move o jogador é o fato de conquistar a primeira vitória sobre o arquirrival nesta temporada. Um triunfo valerá ao Vasco a tão sonhada vaga no G-7, já que ficaria com a mesma pontuação dos rubro-negros, mas levaria vantagem no número de vitórias.

"Quem não quer jogar um clássico? É o Clássico dos Milhões. Fiquei maluco fora de campo no jogo de ida, estava com vontade de estar em campo. Principalmente por ter sido em São Januário, independentemente do que houve. Tive oportunidade de jogar esse clássico pelo Carioca, e te falo que é uma experiência única. É muito bom, mais ainda quando a gente ganha. Vamos dar a vida", disse.

Jean credita o bom momento do time no Brasileiro à chegada do técnico Zé Ricardo, demitido pelo Flamengo no início da competição.

"Amadurecemos no momento certo, nossa equipe se tornou cascuda, competitiva, tem errado menos na reta final. O Zé é um cara fenomenal, todos gostam dele. Quando chegou, sabíamos do potencial, mas nos surpreendemos pela maneira de estudar o adversário. Chama cada jogador, conversa e faz com que o grupo produza mais", afirmou Jean.

Comentários

Últimas de Esporte