FBI ouve a namorada

Por O Dia

A polícia ainda tenta desvendar por que Stephen Paddock, um contador aposentado com boa situação financeira, atirou por quase dez minutos contra a multidão. Sua namorada, Marilou Danley, de 62 anos, estava nas Filipinas quando Paddock cometeu o massacre. A mulher retornou na terça-feira aos Estados Unidos e foi recebida por agentes do FBI. As autoridades investigam informações de que Paddock teria transferido cem mil dólares para uma conta de Marilou quando ela estava fora.

De acordo com as autoridades, o ataque parece ter sido minuciosamente planejado: Paddock instalou uma câmera na porta de seu quarto de hotel e duas no corredor. "Parece que estava esperando que alguém chegasse para prendê-lo", disse o xerife Joe Lombardo. A polícia está cautelosa. "Não descartamos nenhuma pista", afirmou seu assistente, Kevin McMahill. A tarefa agora é analisar imagens de 67 câmeras de segurança.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência