Coreia pronta para atacar EUA

Novo teste balístico confirma poderio de Jong-un e interrompe 'trégua' de dois meses

Por O Dia

missil coreia
missil coreia - AFP

Kim Jong-un garante: a Coreia do Norte tornou-se um Estado nuclear de pleno direito capaz de atacar qualquer lugar dos Estados Unidos. O anúncio foi feito ontem, horas depois de novo teste balístico, o primeiro efetuado por Pyongyang desde 15 de setembro.

O disparo impõe novo desafio para o presidente Donald Trump, que prometera impedir que a Coreia do Norte virasse uma potência nuclear. "Acabo de falar com o presidente da China, Xi Jinping, sobre as ações provocadoras da Coreia do Norte", tuitou Trump. "Serão impostas importantes sanções adicionais. Esta situação será gerenciada!", acrescentou.

Segundo Pyongyang, o projétil atingiu altitude de 4.475 quilômetros antes de cair a 950 km do local do lançamento. David Wright, especialista da União de Cientistas Preocupados, analisou os parâmetros de voo e admitiu: "Tem raio de ação capaz de atingir Washington e qualquer outra parte dos Estados Unidos".

Pyongyang ainda deve demonstrar que domina a tecnologia de reentrada controlada das ogivas na atmosfera. Mas os especialistas acreditam que a Coreia do Norte está perto de chegar a esse estágio.

Comentários

Últimas de Mundo & Ciência