Tese de transferência de Cabral pode ganhar força

Por O Dia

A transferência de Sérgio Cabral para um presídio federal não está descartada. A notícia de um dossiê contra o juiz Marcelo Bretas pode reforçar a tese no Supremo. Ontem, o presidente do Tribunal Regional Federal 2, desembargador André Fontes, afirmou que a segurança de Bretas iria ser reforçada. "O sistema de segurança é para conter investidas", declarou.

Fontes ressaltou que a Corte se posicionou favorável à retirada de Cabral do Rio. "Não tenho competência jurisdicional. Mas o tribunal, desde o pedido, entendeu pela permanência fora do ambiente daqui, em função do vínculo de comunicação e do poder que não nos pareceu ter cessado", explicou.

Desde que assumiu o comando do TRF-2 no início do ano, André Fontes tem dado apoio ao juiz Marcelo Bretas. "Desde que entrei para a magistratura soube de dossiês para desqualificar o juiz de forma ética e moral, como forma de constrangimento. Mas um juiz é sujeito de direitos e deveres. A própria lei prevê casos de impedimento e suspeição", analisou.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro