Prestes a dar à luz, jovem desaparece na Baixada

Rafaella estava com parto marcado para amanhã, mas não é vista desde segunda

Por GABRIELA MATTOS

Rafaella saiu para comprar um salgado e não foi mais vista
Rafaella saiu para comprar um salgado e não foi mais vista - REPRODUÇÃO INTERNET

Com parto marcado para amanhã, a grávida Rafaella Leal da Silva, de 19 anos, está desaparecida desde a última segunda-feira. De acordo com a sua avó Rosângela Silva de Oliveira, a neta saiu para comprar um salgado no bairro Engenho Pequeno, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, e nunca mais foi vista.

"Ela saiu de casa dizendo que ia comprar um salgado e que ia passar na minha irmã. Depois de um tempo, estranhamos a demora. Liguei para minha irmã, que disse que a Rafaella não passou por lá. Já perguntamos aos vizinhos, mas ninguém sabe, ninguém viu. Já procuramos em hospitais e também não encontramos", contou Rosângela.

O caso foi registrado na 54° DP (Belford Roxo), mas a Polícia Civil informou que as investigações estão em andamento pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Ainda de acordo com a Civil, os agentes já ouviram parentes da jovem. Ontem, eles também fizeram diligências para tentar localizar Rafaella.

OUTRO CASO NO RIO

Em dezembro do ano passado, Rayanne Christini, de 22 anos, que estava com sete meses de gestação, foi encontrada morta após 13 dias desaparecida. Ela foi vista pela última vez na Central do Brasil. A jovem foi sequestrada e assassinada por enforcamento com uma borracha após parir o bebê. Na época, a história foi revelada, com exclusividade, pelo DIA.

Thainá Silva Pinto, 21, e o marido dela, Fábio Luiz Souza, 27, foram presos acusados do crime em janeiro deste ano. Segundo as investigações, Rayanne foi obrigada a tomar remédio para induzir o parto, que teria sido normal. Depois, foi enforcada, o corpo levado para o quintal e queimado. O bebê, prematuro, não resistiu.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro