'Hétero agora virou minoria', diz ministro

Por O Dia

Ministro João Otávio de Noronha
Ministro João Otávio de Noronha - STJ

Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha disse que heterossexuais "não têm mais direito nenhum" no Brasil. O comentário foi feito em um evento logo após o magistrado afirmar que o "juiz constitucional não pode ser pautado pelas minorias só".

"Aliás, eu já vi que eu quero meus privilégios porque o heterossexual agora está virando minoria no Brasil. Não tem mais direito nenhum", defendeu ele.

Mais tarde, o ministro, por meio de nota, esclareceu que fez uma brincadeira. E ressaltou que foi o primeiro juiz a reconhecer a união homoafetiva e sempre respeitou os direitos das minorias.

Noronha ainda expôs no seminário que é preciso ter "cuidado" na hora de ir em frente em um namoro, "porque você pode ter amanhã vínculo jurídico que você não tinha desejado. E se fizer declaração de que é só namorado, tem ministro, tem juiz, que diz não vale", comentou, em alusão a união estável.

Comentários

Últimas de Brasil