Com drama, Mengão vai direto à Libertadores

Vaga veio com triunfo no último minuto sobre o Vitória, com gol de Diego de pênalti

Por ALYSSON CARDINALI

Autor do primeiro gol em Salvador, Vaz agradece a vitória no fim
Autor do primeiro gol em Salvador, Vaz agradece a vitória no fim - FOTOS Gilvan de Souza / Flamengo

O Flamengo chega à decisão da Sul-Americana mais leve. Garantido na fase de grupos da Libertadores de 2018, com a sexta colocação no Campeonato Brasileiro, o time de Reinaldo Rueda entra em campo contra o Independiente, quarta-feira, às 21h45, na Argentina, pela primeira partida da final da competição continental. César, novamente heroico, Rafael Vaz, que quase saiu mais uma vez como vilão, e Diego garantiram a classificação rubro-negra, na vitória de virada sobre o Vitória por 2 a 1, ontem, no Barradão.

Rueda foi contratado com a missão de reposicionar o Flamengo no cenário internacional. Este ano, o Rubro-Negro, pela quinta vez na história, ainda sob o comando de Zé Ricardo, caiu da Libertadores na primeira fase. Voltar à competição em 2018 era a prioridade do time comandado pelo técnico colombiano.

Agora, o título da Sul-Americana sai da gaveta das obrigações. A quebra do jejum de títulos internacionais de 18 anos, se vier, no entanto, servirá para dar brilho a um ano que beirou à tragédia. Ficar fora da Libertadores seria um desastre diante do alto investimento feito pela diretoria.

A vitória de ontem deu ao Flamengo mais do que a classificação. A construção do resultado veio carregada de simbolismo. A começar pela afirmação de César.

O goleiro, que havia defendido pênalti contra o Junior Barranquilla, realizou duas grandes defesas: impediu gol de Patric, aos 20 do primeiro tempo, e, aos 45 do segundo, salvou o time, frente a frente com André Lima.

Ele não teve, porém, o que fazer no gol de Carlos Eduardo, aos 39 da etapa inicial. Rafael Vaz afastou mal de cabeça no primeiro lance e, depois, deu espaço para o meia do Vitória, ex-Flamengo, finalizar.

O zagueiro, porém, se redimiu. A entrada de Vinicius Júnior no lugar de Paquetá, aos 13 do segundo tempo, mudou o panorama da partida. O garoto de 16 anos, aos 29, entortou Caíque Sá e tocou para Willian Arão, que rolou para Vaz bater colocado e empatar.

Se o Vitória desempatasse, o Rubro-Negro ficaria atrás do Vasco e teria que disputar a pré-Libertadores. Aos 50, porém, cinco minutos depois de César salvar o time, Diego, que havia perdido pênalti na final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, garantiu, da marca da cal, a vaga para o Fla em falta sofrida por Vinicius Júnior e cobrada pelo camisa 35, Uillian Correia colocou a mão na bola dentro da área.

Galeria de Fotos

Autor do primeiro gol em Salvador, Vaz agradece a vitória no fim FOTOS Gilvan de Souza / Flamengo
03/12/2017. Partida entre Vitória (BA) x Flamengo, no Estadio Barradão, válida pela 38ª Rodada do Campeonato Brasileiro. Foto - Gilvan de Souza / Flamengo Gilvan de Souza / Flamengo
Diego corre para comemorar o gol da vitória de virada na Bahia Gilvan de Souza / Flamengo

Comentários

Últimas de Esporte