FORA, ZIDANE!

Por O Dia

Real Madrid's French coach Zinedine Zidane reacts during the Spanish League
Real Madrid's French coach Zinedine Zidane reacts during the Spanish League "Clasico" football match Real Madrid CF vs FC Barcelona at the Santiago Bernabeu stadium in Madrid on December 23, 2017. / AFP PHOTO / JAVIER SORIANO - AFP

No clássico entre Real Madrid e Barcelona, enquanto estava 0 a 0 e o jogo vinha equilibrado, a cada imagem de Zidane (foto) à beira do campo choviam elogios, justos, por sinal. Zidane era aclamado pela rápida evolução na carreira. Depois da sapatada de 3 a 0, com o Real em quarto lugar no Espanhol, 14 pontos atrás do Barcelona em apenas 17 jogos, o vento virou. A torcida passou a questionar o trabalho e a pedir a cabeça coroada do treinador. Dirigentes irritados já admitem ir ao marcado procurar soluções que cheguem para estancar a hemorragia e dar ao time capacidade de reação. Não me espantaria se as mudanças, caso venham, comecem pelo treinador. Quando uma equipe fraca acumula maus resultados e o técnico olha para o banco e não vê opções, o comandante é o último condenado. Se um time de ótimos jogadores acumula maus resultados, todos olham para o técnico à espera de soluções. Zidane é a bola da vez.

Comentários

Últimas de Esporte