Por

O Tribunal Supremo Eleitoral de Honduras convocou a aliança opositora a examinar mais de 5.000 cédulas, em resposta às denúncias de fraude nas eleições para favorecer o presidente Juan Orlando Hernández. Salvador Nasralla ainda não respondeu

Você pode gostar
Comentários