Clarice Lispector, com seu olhar  expressivo, dava depoimento para a posteridade no Museu da Imagem e do Som, em 20 de outubro de 1976. A jornalista e escritora morreu há 40 anos, aos 56 de idade, em decorrência de um câncer. Moradora do Leme, em maio de 2016 foi imortalizada na cidade com uma estátua no bairro onde viveu por 12 anos. - Arquivo O DIA
Clarice Lispector, com seu olhar expressivo, dava depoimento para a posteridade no Museu da Imagem e do Som, em 20 de outubro de 1976. A jornalista e escritora morreu há 40 anos, aos 56 de idade, em decorrência de um câncer. Moradora do Leme, em maio de 2016 foi imortalizada na cidade com uma estátua no bairro onde viveu por 12 anos.Arquivo O DIA
Por
Publicado 09/12/2017 18:29 | Atualizado há 3 anos

Clarice Lispector, com seu olhar expressivo, dava depoimento para a posteridade no Museu da Imagem e do Som, em 20 de outubro de 1976. A jornalista e escritora morreu há 40 anos, aos 56 de idade, em decorrência de um câncer. Moradora do Leme, em maio de 2016 foi imortalizada na cidade com uma estátua no bairro onde viveu por 12 anos.

Você pode gostar
Comentários