Casório coletivo celebra o amor em Jacarepaguá

Mais de cem noivos selaram a união em festa (com bolo e limousine) em shopping

Por O Dia

Casamento Coletivo em Jacaré  Paguá ZonaOeste do Rio,,Severino Silva Agencia O Dia
Casamento Coletivo em Jacaré Paguá ZonaOeste do Rio,,Severino Silva Agencia O Dia - Severino Silva

Cerca de 60 casais disseram "sim" em um casamento coletivo gratuito realizado ontem de manhã no estacionamento do Rio Shopping, em Jacarepaguá. Nem o sol de quase 30°C afugentou noivos, padrinhos ou convidados. Depois registro civil e da cerimônia de casamento, com as noivas chegando em uma limousine, sendo sete mulheres por viagem, ainda foram servidos bolo e refrigerante aos presentes. O projeto, chamado 'Aliança Eterna', é promovido pela Superintendência de Jacarepaguá e pela Prefeitura do Rio, em parceria com o Cartório de Registro Civil do Tanque, a Defensoria Pública e o Detran, e acontece pela segunda vez. A primeira foi em junho, na Vila Olímpica do Mato Alto.

"Estaríamos aqui até debaixo de chuva! Sempre fizemos planos de casar, mas a vida seguiu outros caminhos. Tínhamos que nos formar, depois vieram os filhos. Esse momento veio selar nossa história", afirma a professora Vanessa Gonçalves, de 38 anos, agora oficialmente a mulher do mecânico industrial Aguinaldo Justino, 40. "E os nossos filhos, Miguel, de 3 anos, João Pedro, 14, e Iacaia, 19, estão aqui para acompanhar", acrescenta o marido e pai orgulhoso.

A família da dona de casa Rosana Ferreira, 45, e do porteiro Rinaldo Campos, 53, também foi em peso ao evento. "São cinco filhos e seis netos. Além de irmã e sobrinha. Sem contar os amigos", gaba-se a noiva, sempre de mãos dadas com o marido. "Estamos juntos há 30 anos. Passamos por tudo nessa vida. Enfrentamos muita gente e muita coisa por esse amor. Estou muito feliz", derrete-se Rinaldo.

Quem também não cabe em si é o casal Emanuele Clemente dos Santos, 28, e Carlos Gustavo de Jesus, 22. "Nunca foi muito o meu sonho casar. Ainda mais grávida. Mas tentamos casar no ano passado e não deu. Tudo acontece no momento certo. Dia 16 completaremos um ano juntos. Nossa história é especial", salienta a caixa de supermercado, que está no oitavo mês de gestação de uma menina, Esther Hadassa. Para o noivo e pai de primeira viagem, que trabalha como repositor de mercado, a emoção é enorme. "Sou muito abençoado e um homem de sorte", derrete-se.

Segundo a Superintendência de Jacarepaguá, a terceira edição do projeto está prevista para junho. Para se se candidatar a uma das vagas, basta enviar documentos (identidade, CPF, certidão de nascimento) e contar a história de vida do casal para o e-mail: superintendenciajpa@gmail.com

"Muitos casais se separam por futilidades. Quero ir na contramão e lutar para que famílias sejam formadas e abençoadas. Se não fosse o prefeito Marcelo Crivella, eu não teria condições de realizar esse evento. Aos noivos, digo que dificuldade e pedra no caminho vão ter todos os dias. Mas se forem um, nada vai derrubá-los", torce o superintendente Flávio Caland.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro