Ministro da Saúde pede exoneração para votar na eleição do novo líder do PMDB

Decreto foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta. Castro retoma o cargo nesta quinta-feira

Por O Dia

Brasília - No dia em que o PMDB escolhe o novo líder na Câmara, o ministro da Saúde, Marcelo Castro, que é peemedebista, pediu exoneração do cargo e deverá retomar o mandato de deputado federal para  participar da eleição. O decreto está publicado na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União.

Marcelo Castro%2C ministro da SaúdeDivulgação / Câmara dos Deputados

Marcelo Castro deverá retornar ao cargo amanhã, mas, ainda hoje, tem reunião com a presidenta Dilma Rousseff às 18h. Enquanto isso, assume interinamente o secretário executivo José Agenor Álvares da Silva.

A eleição do PMDB está marcada para as 15h. O atual líder Leonardo Picciani (RJ) e Hugo Motta (PB) disputam a vaga. A reunião vai ocorrer a portas fechadas.

Últimas de Brasil