Grupo que jogava Pokémon Go tenta entrar no Congresso

O incidente gerou movimentação dos policiais legislativos

Por O Dia

Rio - A Polícia do Senado teve de intervir, na noite desta quinta-feira, para conter um grupo de cerca de 50 pessoas que tentou entrar nas dependências do Congresso. A princípio, os seguranças do Senado pensaram que eram manifestantes pró ou contra o impeachment de Dilma Rousseff. Mas logo descobriram que tratavam-se de jogadores do Pokémon Go, game que tornou-se febre mundial.

Com o início do julgamento final da presidente Dilma, a segurança do Congresso Nacional está reforçada . O incidente gerou movimentação dos policiais legislativos. Servidores que estavam no local ficaram assustados com a correria dos seguranças. Após o incidente, os jogadores seguiram em direção ao Palácio do Planalto.

O game Pokémon Go funciona com a tecnologia de realidade aumentada e tem levado multidões a locais públicos em todo o mundo para caçar os personagens do jogo.

Últimas de Brasil