Moro determina coercitiva de blogueiro que antecipou notícias sobre Lula

Segundo a PF, o jornalista foi levado para prestar declarações como parte de um inquérito aberto no Paraná

Por O Dia

Curitiba - O juiz Sergio Moro, titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, determinou a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães para que ele diga, em depoimento à Polícia Federal, quem passa informações ao seu blog.

Sérgio Moro no SenadoAgência Senado/Geraldo Magela

Eduardo Guimarães, que é responsável pelo Blog da Cidadania, foi conduzido coercitivamente nesta terça-feira para depor na Superintendência da Polícia Federal (PF) em São Paulo. Segundo a PF, o jornalista foi levado para prestar declarações como parte de um inquérito aberto no Paraná. 

Para fins de investigação, os agentes apreenderam na casa do blogueiro dois celulares, o seu e de sua mulher, mídias, HDs externos, arquivos eletrônicos, endereços de e-mail utilizados por ele, um computador e um pendrive.

De acordo com o blogueiro, a PF o questionou a respeito do vazamento de informações da operação em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi levado para depor, também sob condução coercitiva, em 4 de março de 2016. Dias antes, em 28 de fevereiro, o blogueiro havia antecipado a ação, informando que o sigilo bancário de Lula e de familiares dele havia sido quebrado e que o ex-presidente sofreria busca e apreensão nos imóveis de sua família.

Por meio das redes sociais, Guimarães protestou contra a ação de hoje. “É lamentável viver em um país em que a liberdade de imprensa está sendo pisoteada. E em que pessoas comprometidas com a informação e com a democracia sejam submetidas a todo tipo de constrangimento, por via da lei”, disse em sua página no Facebook.

Com informações da Agência Brasil 


Últimas de Brasil