Nova fase da Carne Fraca prende ex-superintendente do Mapa em Goiás

Francisco Carlos de Assis teria destruído provas do esquema de corrupção

Por O Dia

Goiás - A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira, a operação Antídoto, segunda fase da Carne Fraca, cujo alvo principal é o ex-superintendente regional do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) do Estado de Goiás, Francisco Carlos de Assis. Ele foi preso após ser flagrado destruindo provas por meio de grampos autorizados pela Justiça, segundo a PF.

Assis é réu por supostamente integrar esquemas de corrupção envolvendo empresa do setor de alimentos e foi uma das pessoas conduzidas coercitivamente na primeira fase da operação, em 17 de março. Agora, responderá pela prática dos crimes obstrução de investigação criminal, além de outros já identificados nos autos. Ele será levado para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde permanecerá a disposição do juízo da 14ª Vara Federal.

Nova fase da Operação Carne Fraca foi deflagrada nesta quarta e mira ex-superintendente do Mapa em GoiásDivulgação/Polícia Federal

Ao todo, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva no estado. O nome da fase (Antídoto) é uma referência a uma ação policial colocada em prática com o objetivo de fazer cessar a ação criminosa do investigado e preservar eventuais novas provas.

Com informações da Agência Brasil

Últimas de Brasil