Marcas de cosméticos lançam coloração temporária para os cabelos

Batom azul é a aposta nos dia de jogo para ficar com a maquiagem no tom da torcida

Por O Dia

O efeito das sombras para cabelo do Boticário%3A lançamento garante fios em verde e amarelo Divulgação

Rio - A Copa do Mundo inspira a moda e a beleza. Para incrementar ainda mais a produção em dia de jogo do Brasil, a onda é exibir as cores da bandeira nacional no cabelo e na maquiagem. Para isso, empresas de cosméticos lançaram produtos sob medida para o Mundial.

O Boticário apostou na sombra para cabelo — nas cores verde, amarelo e azul, a R$ 25,99 — e a L’Oréal, no Hairchalk, a R$ 60,37, nos tons de verde e amarelo. Ambos são colorações temporárias, que podem ser aplicadas em casa e saem no banho.

“No caso da sombra, basta separar uma mecha com a largura da base da embalagem do produto. Em seguida, posicione a sombra perto da raiz do cabelo. Depois, puxe os fios, da raiz às pontas, como se estivesse fazendo uma escova”, ensina a hairstylist Núbia Nascimento. “E a sombra deve ser usada apenas no cabelo seco”, completa ela.

Já o produto da L’Oréal é usado com uma esponja e os fios precisam ser secos no final do processo. “Também dá para fazer em casa, mas, depois de criar as mechas, é necessário secar os fios para fixar o produto”, ensina a colorista Waleska Zanouye, do Werner Academia. Ela lembra que, para retirar o Hairchalk do cabelo, uma lavagem só não basta. “Quanto mais claro o cabelo, mais tempo leva para sair. Ele vai desbotando, na verdade. Mas sai sem danificar os fios”, garante a profissional.

Os cosméticos em tons de verde e amarelo também viraram sucesso nas ruas. “Quando a Seleção entra em campo, o salão bomba. As sombras com degradê em azul, verde e amarelo, passando pelo dourado, são as que mais saem”, atesta a maquiadora Eliane Araujo, do salão Esmell.

Segundo Eliane, além das produções que marcam os olhos, o Mundial pode ajudar a consolidar outra aposta da estação: o batom azul. “Algumas famosas, como a atriz Paolla Oliveira, já aderiram. Isso pode servir de incentivo para a cor invadir as ruas”, torce ela.

Últimas de Diversão