Ricardo Cota: Críticos do Rio de Janeiro elegem os melhores filmes do ano

O destaque do ano ficou por conta da programação do Cine Joia, que contribuiu de forma decisiva para o incremento do circuito alternativo

Por daniela.lima

Rio - No final de 2014, a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro divulgou a sua lista dos melhores filmes do ano. E os escolhidos foram: ‘Ela’, de Spike Jonze; ‘Boyhood’, de Richard Linklater; ‘Jersey Boys: Em Busca da Fama’, de Clint Eastwood; ‘Magia ao Luar’, de Woody Allen; ‘Nebraska’, de Alexander Payne; ‘O Grande Hotel Budapeste’, de Wes Anderson; ‘O Lobo atrás da Porta’, de Fernando Coimbra; ‘O Lobo de Wall Street’, de Martin Scorsese; ‘Pais e Filhos’, de Hirokazu Koreeda; ‘Relatos Selvagens’, de Damián Szifrón; ‘Sob a Pele’, de Jonathan Glazer. 

O longa ‘Ela’%2C de Spike Jonze%2C foi considerado o melhor de 2014Divulgação


‘Ela’, o inusitado caso de amor entre um escritor solitário e um sistema operacional que o conhece melhor do que qualquer amante e ainda se manifesta pela voz de Scarlett Johanson, foi considerado também o Melhor Filme do Ano. A lista mescla nomes consagrados, como Woody Allen, Clint Eastwood e Wes Anderson, a dois que estão debutando na carreira, o argentino Damián Szifrón e o brasileiro Fernando Coimbra.

Um bom panorama dos melhores lançamentos anuais.De minha parte, lamento algumas ausências, em especial a do venezuelano ‘Pelo Malo’, incursão de nítido toque social à realidade menos favorecida do país dos Chávez. Mas, entregando a idade, reconheço que a “plenária” é sempre soberana.
A cada ano, a Associação de Críticos tem ampliado o alcance da divulgação da lista, abrindo espaço para homenagens e ações de destaque que tenham alvos variados, como programação, qualidade da exibição e publicações voltadas para o cinema. Os homenageados este ano foram Hugo Carvana, Eduardo Coutinho e Alain Resnais. No início de 2015, na tradicional Mostra dos Melhores da Crítica, que ocorre no Centro Cultural Banco do Brasil, serão exibidos, além dos melhores do ano, filmes dos homenageados. A Mostra conjuga exibição com debates dos quais participam membros da Associação e convidados de áreas diversas com alguma sintonia com o tema abordado nos filmes.

O destaque do ano ficou por conta da programação do Cine Joia, que contribuiu de forma decisiva para o incremento do circuito alternativo, aquele que aborda filmes de nacionalidades com pouca visibilidade comercial. O trabalho realizado pelo Joia, que acaba de ganhar um edital da RioFilme de incentivo à digitalização da projeção, é hoje decisivo para a preservação da qualidade da programação cinematográfica no Rio de Janeiro.

A Associação de Críticos aproveitou ainda a oportunidade da divulgação dos Melhores do Ano para manifestar apoio ao tombamento do cinema Odeon. A iniciativa depende de uma ação conjunta que envolve as Secretarias de Cultura do Estado, do Município e o Grupo Severiano Ribeiro. Mas com certeza terá o apoio da totalidade das entidades ligadas ao audiovisual, dentre as quais encontra-se a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia