'Permanência' é o grande vencedor do Cine PE 2015

Festival consagra longa pernambucano de Leonardo Lacca com cinco troféus Calunga, incluindo o de Melhor Filme

Por O Dia

Pernambuco - A 19ª edição do Cine PE chegou ao fim e consagrou o pernambucano "Permanência", de Leonardo Lacca, com cinco troféus Calunga, incluindo o de Melhor Filme. No longa-metragem, Irandhir Santos interpreta um fotógrafo que vai a São Paulo para montar sua primeira exposição individual e se hospeda na casa da ex-namorada (Rita Carelli), que agora está casada. A animação Até a China, do diretor carioca Marão, ganhou o prêmio de Melhor Curta-Metragem.

'Permanência'%2C de Leonardo Lacca%2C foi o grande vencedor do festivalDivulgação


Composto por Luiz Joaquim, Ismaelino Pinto e Fernando Weller, o júri da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) concedeu os prêmios de melhor longa para o português "Cavalo Dinheiro", de Pedro Costa, e de melhor curta para "Xirê", do pernambucano Marcelo Pinheiro. 

Com júri formado pelos jornalistas Maria do Rosário Caetano, Luiz Zanin Oricchio, Edu Fernandes, Bruno Carmelo e Karina Maia, o Prêmio Canal Brasil elegeu como melhor curta o documentário Bajado, de Marcelo Pinheiro (PE). Com o objetivo estimular a nova geração de cineastas, o Canal Brasil oferece, nos principais festivais de cinema do país, um troféu e R$ 15 mil para o melhor filme de curta-metragem, que também é exibido em sua grade de programação.

A cerimônia de encerramento do Cine PE contou com a presença de diretores, produtores e atores dos filmes concorrentes. Além da premiação, o público assistiu às homenagens à atriz baiana Helena Ignez, musa de diferentes gerações de realizadores, e ao cantor pernambucano Alceu Valença, diretor do longa A Luneta do Tempo, que teve sessão hors concours logo após a premiação.

Em seis dias de competição, o festival de cinema de Recife reuniu mais de 8 mil pessoas, que encheram a sala do cinema São Luiz para assistir a 27 longas e curtas-metragens. Realizado por Alfredo Bertini e Sandra Bertini, sócios da produtora BPE, o 19º Cine PE teve curadoria do jornalista e crítico de cinema Rodrigo Fonseca (longas e curtas), com colaboração do crítico Diogo Mendes na seleção de curtas.

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS

Melhor Filme: Permanência (PE), de Leonardo Lacca

Direção: Pedro Costa, por Cavalo Dinheiro (Portugal)

Roteiro: Pedro Costa, por Cavalo Dinheiro (Portugal)

Fotografia: Pedro Costa e Leonardo Simões, por Cavalo Dinheiro (Portugal)

Montagem: Karen Akerman, por Aqui Deste Lugar (SP)

Edição de Som: Miram Biderman, ABC e Ricardo Reis, por O Vendedor de Passados(RJ)

Trilha Sonora: Petrônio e as Criaturas, por O Gigantesco Ímã (PE)

Direção de Arte: Juliano Dornelles, por Permanência (PE)

Ator Coadjuvante: Genésio de Barros, por Permanência (PE)

Atriz Coadjuvante: Laila Pas, por Permanência (PE)

Ator: Lázaro Ramos, por O Vendedor de Passados (RJ)

Atriz: Rita Carelli, por Permanência (PE)

Prêmio do júri popular: Mães do Pina (PE), de Leo Falcão

Prêmio da Crítica (júri da Abraccine): Cavalo Dinheiro, de Pedro Costa

Menção Honrosa da Abraccine: O Gigantesco Ímã (PE)

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS NACIONAIS

Melhor Filme: Até a China (RJ), de Marão

Direção: Cíntia Domit Bittar, por O Segredo da Família Urso (SC/SP)

Roteiro: Marão, por Até a China

Atriz: Liz Comerlatto, por O Segredo da Família Urso

Ator: Vinicius Tardio, por Vestibular

Últimas de Diversão