Angela Ro Ro chama plateia de 'bichinhas' e abandona show em festival

Cantora diz que foi agredida pelo público e produção do evento de diversidade sexual. Já internautas afirmam o contrário

Por O Dia

Ceará - A cantora Angela Ro Ro virou alvo de críticas após interromper um show em Fortaleza, no Ceará, em um festival que celebrava a diversidade sexual, na noite desta quinta-feira. A artista se irritou com a plateia e com a produção do "For Rainbow Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual" e abandonou a apresentação dizendo que tinha sido agredida. Segundo internautas, ela foi hostil em todo o tempo e chamou a plateia de "bichinhas", chegando a dar chutes em um dos rapazes que estava perto do palco.

Logo após abandonar o palco, Angela publicou em seu perfil no Facebook que sofreu agressões e sua empresária já está tomando as "medidas cabíveis". "Fui diversas vezes agredida por alguns homens bêbados e o For Rainbow não havia providenciado nenhuma segurança (...) Até um rapaz da técnica do som me agrediu!!Esta foi a 9* edição do For Rainbow....e espero junto aos meus advogados que seja a última", escreveu a cantora.

Angela Ro Ro em show que foi interrompido pela própria cantora Reprodução Facebook

Ela recebeu apoio de alguns fãs, mas pessoas que disseram ter estado no local a criticaram. "A única diversidade mesmo foi do festival de preconceitos da Angela. Pelo visto ela não é muito chegada a pobre, preto, nordestino, 'viadinhos', 'bichinhas', etc", comentou um homem no Facebook após o show. Ele relatou que a cantora já começou a apresentação expulsando o apresentador do festival do palco e agrediu pessoas na plateia e um técnico de som. Segundo ele, um rapaz tentou revidar em defesa.

"Após afastar as pessoas do palco, um técnico pediu para uma menina sair também e a Angela, sabe lá Deus porque, se revoltou: Olha aqui, seu caboclo, quando você deveria ter tomado uma atitude, não tomou! Agora vem querer expulsar a menina que não está fazendo nada?", contou Miguel de Biaso.

Em seu post, Angela chegou a escrever, na resposta de um comentário, que é "bom ser mulher original de fábrica", fazendo referência à quantidade de travestis e transexuais presentes no evento em Fortaleza e foi acusada de "transfobia". 

"Passada com a Angela Ro Ro", comentou uma internauta no Twitter. "Ainda estou sem entender o show. Será que vai sair alguma nota no jornal? Estou curioso. Internem a Angela Ro Ro", disse outro.

A produção do evento ainda não se manifestou publicamente sobre o caso. 

Últimas de Diversão