Grupo negocia compra da 'Playboy' para evitar o fim do título no Brasil

Ao iG, diretor da publicação confirmou a negociação com uma empresa do Paraná: 'Tudo está apontando para que a capa de dezembro não seja a última', disse

Por O Dia

Rio - A edição de dezembro da "Playboy" será a última lançada pela Editora Abril, mas isso não significa que a revista sairá de circulação de vez. Pelo menos é o que garante Sérgio Xavier Filho, diretor da publicação.

Ao iG, o executivo confirmou que está negociando com um grupo do Paraná a venda do título. "Tudo está apontando para que a capa de dezembro não seja a última", disse Xavier.

Editora Abril anuncia o fim da 'Playboy'

'Playboy' pode continuar caso título seja vendido a outro grupo%2C confirma diretorReprodução


Pelo Twitter, o diretor disse que a troca de editora da revista pode ser bem rápida. "Acho que não demora", escreveu. Ao iG, ele deu mais detalhes. "No máximo na semana que vem tem contrato assinado", afirmou. "Aí eles têm que ver se sai em janeiro ou em fevereiro", continuou.

Criada nos Estados Unidos, a "Playboy" chegou ao Brasil em 1975 e sempre foi publicada pela Editora Abril. Famosa pelos ensaios nus, a revista já tirou a roupa de celebridades como Cláudia Raia, Flávia Alessandra, Vera Fischer e Xuxa Meneghel.


A última capa da revista pela Abril será estampada pela Paparazzo Misteriosa

Capa de dezembro da "Playboy", a Paparazzo Misteriosa tem a difícil missão de ser a última mulher a ilustrar a versão brasileira da revista - pelo menos sob comando da Abril. "Essa mulher é mais bonita que a Tiazinha", disse o diretor da publicação.

A gaúcha foi escolhida quando ainda não se sabia que essa seria a última edição da "Playboy" a ir para as bancas, mas o diretor garante que não se arrependeu da escolha: "Não temos vergonha nenhuma dessa capa."

A Paparazzo Misteriosa assinando o contrato de sua capa na PlayboyDivulgação

A comparação da paparazzo com a Tiazinha é assunto comum quando o nome da primeira é mencionado. Para Xavier, a relação entre as duas foi justamente o motivo pelo qual a gaúcha foi convidada para posar para a publicação.

"A história da 'Playboy' tem muita estrela de capa com esse roteiro: aparece em algum lugar e gera curiosidade, mas ninguém sabe exatamente quem é. Aí a 'Playboy' vai atrás e tira a roupa da moça. O exemplo mais semelhante é a Tiazinha, que apareceu no Luciano Huck, saiu na 'Playboy' e foi uma das capas mais vendidas. O mistério está no DNA da revista", contou.

E é justamente o maior mistério da Paparazzo que será revelada na edição: sua identidade. Ainda sem nome e sem rosto, Sérgio promete que todos saberão quem ela é depois do ensaio: "Vamos mostrar o rosto e, claro, todo o resto."


Últimas de Diversão