Alexandre Pires, Belo e Luís Carlos apresentam turnê 'Gigantes do Samba II'

Shows acontecem no Barra Music e na quadra da Mocidade

Por O Dia

Alexandre Pires%2C Belo e Luís Carlos apresentam a turnê ‘Gigantes do Samba II’Divulgação

Rio - Como diziam Bezerra da Silva, Moreira da Silva e Dicró, que também gostavam de cantar em trio e gravaram até um disco juntos, “não tem Pavarotti, nem Jose Carreras nem Plácido Domingo...”, numa brincadeira com os Três Tenores, que correram o mundo e venderam milhões de discos cantando música clássica. Hoje no Barra Music e amanhã na quadra da Mocidade Independente, um trio que não canta ópera mas também faz bonito em termos de vendagens de discos e de sucesso, mostra os vários clássicos que o pagode acumula desde os anos 90. “E não foi fácil escolher o repertório! Cada um de nós, sozinho, já tem muitos sucessos. Pegamos o mais marcante de cada um”, diz Alexandre Pires, que forma o Gigantes do Samba com Luís Carlos (Raça Negra) e Belo.

O segundo giro do trio, intitulado ‘Gigantes do Samba II’, vem ao Rio após um desentendimento que quase tirou Belo da turnê — o cantor foi acusado de faltar a compromissos e afastado momentaneamente dos Gigantes. Em poucos dias, postou um pedido de desculpas numa rede social e voltou, para alegria dos fãs. Hoje, Alexandre diz que a sintonia dos três rola no palco e fora dele. “Além de colegas somos amigos. Mas como temos assuntos particulares e outras coisas, fica difícil o encontro fora do trabalho. Mas nos shows é inexplicável a química entre nós”, garante. Belo conta que quando os três se juntam fora do palco, rolam excelentes histórias. “É a hora da saudade! Relembramos grandes momentos que marcaram nossas histórias”. Para garantir o foco nos shows em grupo, Belo, Alexandre e Luís deram uma pausa em suas carreiras individuais. “Não deu pra conciliar”, diz Belo.

A tour do grupo teve sua abertura em 11 de março na Argentina e chegou a também passar por Florianópolis (SC) e Recife (PE). A trabalheira para escolher o repertório compensou e o trio vai brindar os públicos do Barra Music e da Mocidade com sucessos com ‘Você Não Sabe de Mim’, ‘Caroline’, ‘Cheia de Manias’ (Raça Negra), ‘Tempo de Aprender’, ‘Búzios e Tarôs’, ‘Derê’ (Belo) , ‘Nunca Mais Te Machucar, ‘Você de Volta’ e ‘Quem Dera’ (Alexandre Pires). “A idéia é que o show seja muito romântico e dançante”, conta Luis Carlos. “Nossas grandes motivações são o carinho e a receptividade do público”.

Com a turnê dos Gigantes, surgiram em redes sociais várias críticas de que os três não seriam “gigantes do samba”, e sim do pagode romântico dos anos 90. Belo diz que não encarou isso como um preconceito. “Críticas sempre irão existir e o artista precisa estar preparado para isso. Vamos é proporcionar um momento inesquecivel para todas as pessoas que estiverem nos shows”. 

Gigantes duas vezes no fim de semana

BARRA MUSIC. Avenida Ayrton Senna 5.850, Vargem Grande (3303-1000). Hoje, às 23h. R$ 60 (pista livre — terceiro lote) a R$ 70 (jirau) (estudantes e maiores de 65 anos pagam meia-entrada). 18 anos.

QUADRA DA MOCIDADE INDEPENDENTE DE PADRE MIGUEL. Avenida Brasil 31.146, Padre Miguel (3332- 5823). Amanhã, às 23h. R$ 60 a R$ 140. (estudantes e maiores de 65 anos pagam meia-entrada). 18 anos.

ABERTURA DOS SHOWS: Nascida em Joinville (SC) e produzida por Leandro Sapucahy (que cuidou de seu disco ‘Aos Quatro Cantos’), a sambista Ana Clara está abrindo todos os shows da turnê ‘Gigantes do Samba II’.

Últimas de Diversão