Marcada por personagens sensuais, Luma Costa garante que não posaria nua

Atriz encarna uma carola que deixa de ser comportadinha e solta a franga em 'Sol Nascente'

Por O Dia

Rio - No começo de ‘Sol Nascente’, a personagem Elisa (Luma Costa) despertou desconfiança no público ao ser apresentada como assistente do detetive Damasceno (Emilio Orciollo Netto), sendo ambos contratados pela máfia italiana. “As pessoas achavam que ela era mafiosa também e pensavam que o visual de beata era um disfarce”, lembra Luma, aos risos.

Luma Costa encarna uma carola que deixa de ser comportadinha e solta a franga em 'Sol Nascente'Alê de Souza / Divulgação

O tempo passou. E Elisa, de carola, está soltando as asinhas e se descobrindo como mulher. Nos últimos capítulos, a frágil moça bebeu álcool e soltou a franga. Deu em cima de homem comprometido na frente da namorada dele e ainda teve sonhos eróticos com os hóspedes da pousada onde trabalha como secretária. “Daqui por diante ela vai tentar se descobrir e tentar entender essa sensualidade, como se sentir desejada e trazer isso para a vida dela”, frisa a atriz, de 28 anos.

REAÇÃO DO PÚBLICO

Ainda no início da novela, Luma conta que a reação do público ainda tinha a ver com sua última personagem na TV, a Odete Roitman da série ‘Pé na Cova’, também da Globo. “As pessoas falavam que, toda vez que viam a beata, esperavam que em qualquer momento ela ia tirar a roupa e viraria a Odete de lingerie”, lembra aos risos. Também pudera essa comparação. Foram quatro anos e meio no ar na produção de Miguel Falabella, interpretando uma personagem marcante: uma stripper gay, que se exibia na internet em poses e danças provocantes.

“A Elisa está em um processo de se soltar. A história da minha personagem é mais do que uma história de amor. É uma história de libertação, soltando suas feras. Se a Elisa precisar dançar pole dance, vou lembrar a época da Odete”, indica.

NADA DE POSAR NUA
O sucesso como Odete foi tanto que Luma foi convidada para ‘Sol Nascente’ e assinou contrato de dois anos com a Globo — termina em novembro do ano que vem. Além disso, apesar de viver uma personagem tão provocativa na época, ela nunca recebeu convite para posar nua. “Saíram notícias de convites, mas nenhum foi formalizado. Convidaram, sim, para ensaios sensuais, que não fiz na época e nem faria agora. As pessoas sabem que não é o meu perfil”, explica Luma, que recebeu esse nome como uma junção das primeiras letras do nome da mãe, Luiza, e do irmão, Marcelo.

QUASE DEU À LUZ EM CENA
Enquanto esteve no ar como Odete, muita coisa aconteceu. Como a gravidez do filho Antonio, de 2 anos, do casamento com o empresário Leonardo Martins. “Tive toda a minha gravidez registrada na TV. A gestação foi aproveitada para a personagem. Gravei até dois dias antes do parto. A cena do meu parto foi engraçadíssima, foi minha despedida e tive que gravar a cena da minha bolsa estourando. Quase pari de verdade”, diverte-se.

TRAMA DA NOVELA
Em ‘Sol Nascente’, para Luma, a trama de Elisa é bem mais atraente artisticamente do que só choramingar pelos cantos já que a religiosa finalmente caiu em si de que perdeu a chance de ficar com Damasceno. Na história, Elisa nunca deu muita bola para o investigador, mas quando ele se encantou por Mieko (Miwa Yanagizawa), a morena viu que gostava dele. Mas já é tarde, ele está em outra. “Tenho uma amiga que só faz isso. O cara gosta dela, mas ela não está aí. Quando ele desiste, ela passa a gostar dele. Acredito que algumas mulheres podem se identificar com a personagem nesse ponto”, acredita.

Na verdade, a intérprete até torce para que Elisa e o ex-chefe fiquem juntos no final da trama. “Mas como atriz é revigorante ter um leque de opções tão amplo como esse que se apresenta para mim agora. Ela vai se aproximar da Dora (Juliana Alves), ficarão grandes amigas, vai aprender a se maquiar, a sair do casulo. Em contrapartida, vai dar dicas de como a amiga pode recuperar o marido, Tiago (Marcello Melo Jr.)”, frisa.

ATÉ TRÊS FILHOS
Casada há quatro anos, Luma conta que sonha, sim, em aumentar a família, mas por enquanto quer curtir mais o filhão e a volta às novelas. “Planejamos muito uma menininha. Daqui a dois ou três anos. Até três filhos porque mais de três não cabem no carro. Aí, temos que alugar uma van”, brinca.

Atualmente morena para a novela das 18h da Globo, a atriz conta que durante alguns anos era “perseguida” por personagens surfistas. “O que fiz de surfista não está no gibi. Fiz umas cinco. Acho que era por causa das minhas sardas do rosto e agora, sem elas, faço as sensuais”, compara, aos risos.

BOATO DE BASTIDORES
Quando a novela foi lançada, boatos davam conta de que Giovanna Antonelli, a Alice de ‘Sol Nascente’, tinha pedido para que Luma mudasse o tom do cabelo para que não ficasse parecido com o dela. “Isso nunca aconteceu. A Giovanna foi minha madrinha de casamento, mora no mesmo prédio que eu. Às vezes, surgem histórias que não têm cabimento”, esclarece.

PASSAGEM PELA RECORD
Luma passou quatro anos na Record. Voltaria para lá? “Não sei responder. Tenho tantos sonhos, projetos dentro da Globo, conversas inacabadas”, entrega. Na Record, a atriz viveu personagens de destaque como a Bebel, uma sensual jovem em ‘Poder Paralelo’, de 2009. E antes, sua primeira protagonista, a Drica/Rosa de ‘Luz do Sol’, de 2007. “Tinha uns 17 anos, quando fui protagonista. Foi bem puxado, ralei muito. Mas aprendi muito. Me deu uma bagagem bacana para trabalhar dali para frente, me deu maturidade”, conta. A atriz diz que não é de escolher personagens. “Eu topo o que vier, gosto de trabalhar”, frisa.

PRIMEIRA VEZ NA TELONA
Em 2017, Luma Costa viverá sua primeira personagem no cinema no filme ‘Duas de Mim’, com direção de Cininha de Paula. No longa, protagonizado por Talita Carauta, Luma interpreta Helena. “Ela é uma chef de cozinha, logo eu que não cozinho nada (risos). Chef estrelada, sensível, que chora por tudo. Foi muito divertido gravar. Tenho vontade de fazer mais filmes. E quero fazer musicais também!”, avisa.