Panamenha Erika Ender fala sobre sucesso de seu hit 'Despacito'

A música que estourou em feat. com Justin Bieber foi lançada por Erika

Por O Dia

Rio - Panamenha, filha de uma médica baiana, Erika Ender, 42 anos, é a mãe do ‘Despacito’. O novo hit-chiclete do universo pop foi composto por ela e pelo astro portorriquenho Luis Fonsi, que lançou a canção em janeiro tendo como convidado o rapper Daddy Yankee. E já era sucesso — mas o bicho pegou mesmo depois de abril, quando o astro canadense Justin Bieber pôs vocais em espanhol num remix. O resultado foi que o reggaeton de Erika e Fonsi tornou-se a primeira música em espanhol a chegar ao topo da parada das cem mais ouvidas da Billboard, nos EUA. Mais: o remix com Bieber, ao subir para o YouTube, ganhou mais de 20 milhões de visualizações em 24 horas.

Erika é a mãe do hit 'Despacito'Divulgação

“A última a conseguir o topo das paradas lá foi ‘Macarena’!”, espanta-se Erika, falando por telefone do Panamá. “Foi fantástico, porque os artistas querem fazer sucesso fora de seus países cantando em inglês. E o Justin cantou em espanhol!” Ela vem ao Brasil hoje para lançar sua própria versão de ‘Despacito’. E encontra o país convertido à nova mania. Em época de pancadaria nas redes sociais, ‘Despacito’ — cuja letra pede às pessoas que aproveitem a vida “pasito a pasito, suave, suavecito” — aparece com e sem Bieber, respectivamente, no segundo e terceiro lugares da parada Brazil Top 50 do Spotify. E já ganhou até uma paródia feita pela youtuber Kéfera, ‘Dez Pras Cinco’.

REGGAETON DE VIOLÃO

Erika, que tem 25 anos de carreira e compõe desde os 9, lembra que a música demorou dois anos até ser lançada. “Eu e Luis a fizemos em setembro de 2015. Ele me ligou na época, perguntou aonde eu estava. Disse que estava com ideias para o disco novo dele, que queria me encontrar”. A canção começou com voz e violão, de maneira casual, no apartamento de Erika em Miami. “Luis falou: ‘Estou desde hoje de manhã com essa ideia, olha só’, e cantou a primeira linha da música. Nos encontramos às 14h, e às 18h já estava tudo pronto”.

Erika soube que Bieber conheceu a música ao ouvi-la numa boate em Bogotá, na Colômbia. “Na época, ela já estava no número 3 do Spotify”, lembra ela, que ainda não pôde conhecer o astro pessoalmente. “Fui convidada para um show dele no Panamá, mas tinha show na mesma noite. Não pude ir”, lamenta.

HABLAS ESPAÑOL?

Recentemente, surgiu no YouTube um vídeo em que Justin Bieber, divertindo-se na noite novaiorquina com os amigos da dupla de DJs The Chainsmokers, canta ‘Despacito’ e enrola-se com a letra, substituindo versos por um “blá blá blá”. “Ah, mas o espanhol dele é bom, sabia?”, avalia Erika. “O som da letra ‘r’ em espanhol, por exemplo, é muito forte para quem fala inglês. Você percebe que ele tem um sotaque, mas que canta tudo direitinho”.

EXPERIÊNCIA

Você só ouviu falar de Erika por causa de ‘Despacito’? Se é fã de Leonardo e já ouviu uma música gravada por ele chamada ‘Quero Acender Teu Fogo’, conhece, enfim, uma canção feita por ela. ‘Cinco Minutos’, sucesso da mexicana Gloria Trevi, também é sua. Ela vem para cá apenas para divulgar ‘Despacito’, mas sonha em fazer show no Brasil.

“Quero cantar na terra da minha mãe!”, conta ela. “Minha avó era cantora de opereta em Salvador. Vou sempre aí passar os natais e, quando a família se encontra, todo mundo canta e toca muito”, diz ela, divorciada e sem filhos. Dona de uma função para ajudar crianças e adolescentes pobres do Panamá (a Portas Abertas), e criadora do Talenpro, festival intercolegial de talentos, Erika quer ajudar artistas brasileiros que pretendem entrar no mercado latino. “Estou super disposta e há um leque de possibilidades”, anuncia. 

Últimas de Diversão