Bloco Brasília Amarela revive a alegria do grupo Mamonas Assassinas

Integrantes tocam em Copacabana na segunda-feira de Carnaval lembrando o quinteto mais bem-humorado da história do pop/rock brasileiro

Por O Dia

Rio - Atenção creuzebeck, vai começar a baixaria! Os fãs dos Mamonas Asssassinas com saudades de Dinho, Bento, Julio, Sergio e Samuel  vão poder reviver o quinteto mais bem-humorado da história do pop brasileiro quando o grito de guerra que marcou a banda ecoar em Copacabana, Zona Sul do Rio, no próximo dia 16. Sucessos como 'Robocop Gay', 'Pelados em Santos' e 'Vira-Vira' serão revisitados pelo bloco 'Brasília Amarela' em ritmos do Carnaval.

O 'Brasília Amarela' homenageia o 'Mamonas' na segunda-feira de CarnavalReprodução Facebook

Os Mamonas venderam mais de dois milhões de cópias de seu único álbum. O grupo teve um fim trágico quando o avião que transportava os integrantes se chocou contra a Serra da Cantareira, no estado de São Paulo. Quase vinte anos depois do sucesso da banda, o vocalista do Brasília Amarela, Caio Bucker, teve a ideia de formar o bloco para homenagear os jovens de Santos que é fã desde a infância. 

"Sempre fui muito fã dos Mamonas. Quando eles estouraram eu era uma criaça, um moleque. Quando os vi na tevê vestidos de Chapolin, Batman, achava aquilo mágico. O que me atraiu foi a irreverência deles. Ao longo do tempo, percebi que os Mamonas eram uma grande banda de rock'n roll com a intenção de levar a alegria para as pessoas", disse ele.

Quem for acompanhar o desfile do 'Brasília', encontrará  as músicas do grupo em ritmo de frevo, marchinha e samba. O bloco vai contar com uma banda ao vivo com o apoio de ritmistas no repique, tamborim, caixa agogô e rocar. O repertório, além das músicas do Mamonas, contará com artistas que também usam o humor como fonte de inspiração para fazer música, como Rita Lee, Raimundos e Ultraje a Rigor. 

"Mamonas é alegria, diversão, é música para cima. E isso também define o que é o Carnaval. Eles são eternos", definiu Bucker.

O Brasília Amarela toca na esquina da Rua Miguel Lemos com Avenida Nossa Senhora de Copacabana na segunda-feira de carnaval a partir das 16 horas. 



Últimas de Carnaval