Casais gays ganharam destaque nas novelas em 2014

Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) protagonizaram o histórico beijo gay, quebrando um tabu de décadas da Globo

Por O Dia

Rio - Em 2014, as novelas ‘saíram do armário’. A primeira a abrir a porta foi ‘Amor à Vida’, quando, nas cenas finais, Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso) protagonizaram o histórico beijo gay, quebrando um tabu de décadas da Globo. A trama fez sucesso chegando a atingir 48 pontos no Ibope.

Félix e Niko se beijam no final de 'Amor à Vida'Alexandre Brum / Agência O Dia

“Esse beijo foi um passo adiante em termos de evolução social e de direitos humanos, inclusive porque a população brasileira entendeu a verdade desse amor, o direito de Félix e Niko se amarem”, diz Walcyr Carrasco. A moda pegou e Manoel Carlos repetiu a fórmula com o casal Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Muller), na novela ‘Em Família’, mas nesse caso a novela não teve o ibope esperado e amargou média de 30 pontos.

A volta por cima no horário nobre da Globo, com recorde de 38 pontos de audiência, se deu com a estreia de ‘Império’. A novela de Aguinaldo Silva catapultou a carreira de Chay Suede, o José Alfredo da primeira fase, e consagrou Alexandre Nero no mesmo papel. Mas o autor teve problemas com a saída de Drica Moraes, a Cora, para cuidar da saúde. Ele substituiu a atriz por Marjorie Estiano, que viveu a personagem na primeira fase e causou estranheza no público.

Mas se no Brasil a teledramaturgia seguiu com dificuldades, internacionalmente a situação foi boa. ‘Joia Rara’ levou o Emmy, considerado o Oscar da TV, de melhor novela. Sem modéstia, Duca Rachid, que escreveu o folhetim com Thelma Guedes, acreditava na vitória. “Eu achava que a gente tinha uma grande chance, pelo fato de falarmos de budismo, compaixão e paz. O mundo anda em busca de boas mensagens”, comenta Duca.

Marina e Clara protagonizaram beijo gay em 'Em Família'Divulgação

E se exportamos sucesso, importamos também. A versão nacional de ‘Chiquititas’, remake do SBT assinado por Íris Abravanel, garantiu a alegria do público infanto-juvenil e da emissora, com 10 pontos no Ibope. Já a Record tenta acertar seu horário de novelas com ‘Vitória’. Porém a aposta da emissora em 2014 concorre com ‘Império’ e amarga 6 pontos de audiência.


Últimas de Televisão