Sucesso nas Compras: Simbolismo que movimenta as vendas

Coluna explica o motivo de os ovos de Páscoa custarem mais que as barras de chocolate

Por O Dia

Rio - O varejo é um setor muito dinâmico e que tem suas ações estratégicas bem definidas. As datas comemorativas são grande parte responsáveis por este movimento. A Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Natal, Revéillon são os grandes impulsionadores de vendas.

O simbolismo de presentear ovos de chocolate na Páscoa vêm a cada ano se consolidando e movimentando a indústria e o varejo de forma cada vez mais criativa e complexa. Os setores agregam muito valor a este produto tão especial e específico que agrada a crianças, jovens e adultos. O consumidor deve ficar atento ainda ao fato de que o varejo inclui, na hora de definir seus preços, percentuais específicos referentes à sazonalidade com objetivo de aproveitar o curto período de vendas.


PERGUNTA E RESPOSTA

“Todo ano fico horrorizada com os preços dos ovos de Páscoa. Realmente não entendo o motivo para um ovo de chocolate custa tão caro quando comparamos o valor com o de uma barra de chocolates . Você saberia explicar ?, Rafaela Ribeiro, Tijuca

Quando comparamos o preço de uma barra de chocolate com um outro produto feito dos mesmos ingredientes como é o ovo de Páscoa , ficamos estarrecidos com tamanha diferença de valores e nos questionamos. Para entendermos melhor esta discrepância de preços temos que levar em consideração algumas diferenças do processo de fabricação.

As barras de chocolate são feitas em linha de produção de larga escala totalmente automatizada, sem quase nenhuma interferência humana no processo. É basicamente chocolate e embalagem e, pelo volume de produção, os custos são bem baixos.

No caso dos ovos de chocolate para a Páscoa, são produtos que contam com processos de produção e forma de comercialização diferenciados. A matéria prima, o chocolate, é uma das que tem menor participação na composição de seus custos, sendo responsável por aproximadamente 27% do custo do produto. Já o armazenamento e transporte, seguro de carga, devido a delicadeza por ser produto altamente perecíveis, juntamente com os brinquedos que estão dentro do ovo, são responsáveis por 39% do custo total.

Depois vêm as embalagens criativas e elegantes que participam com 16% e na decomposição dos valores, ainda entram os gastos com mão de obra: 18% do custo do ovo. Diferentemente das barras de chocolate, os ovos são montados manualmente.

Mesmo assim o produto “ovo de chocolate” para a Páscoa foi “gourmetizado “ , cada vez mais os fabricantes agregam novidades que o tornam mais valorizado, como produtos trufados, ingredientes especiais, que consequentemente eleva o preço ao consumidor final.

Leva-se em consideração também que o varejo inclui, na hora de definir seus preços, percentuais específicos relativos à sazonalidade para aproveitar este curto período de vendas, de aproximadamente 40 dias .

Marco Quintarelli é consultor do Grupo AZO

Últimas de Economia