Bancários vão aderir à greve geral de sexta-feira

Decisão foi tomada em assembleia

Por O Dia

Rio - Os trabalhadores bancários do Rio de Janeiro decidiram, em assembleia realizada na noite de terça-feira, aderir à greve geral convocada pelas centrais sindicais de amanhã ao lado de outras categorias.

A expectativa do Sindicato dos Bancários do Município do Rio, que representa a categoria, é de que as agências bancárias, além dos cinco centros administrativos dos bancos, não funcionem na sexta-feira.

Decisão da categoria foi tomada em reunião na terça à noiteTânia Rêgo/ Agência Brasil

“Os bancários já estão sentindo o peso das reformas propostas pelo governo de Michel Temer. A terceirização é um fantasma que está tomando forma em diversas agências”, adverte Adriana nalesso, presidente do sindicato.

A sindicalista avalia que adesão dos bancários será grande amanhã. “Precisamos barrar a Reforma Trabalhista que acaba com a CLT (Consolidação do Direito do Trabalho) e os direitos duramente conquistados pelos trabalhadores”, afirma Adriana.

Manifestações

De acordo com informações da presidente do Sindicato, atos e manifestações ocorrerão durante todo o dia, principalmente em frente a agências bancárias do Centro, onde representantes do sindicato vão orientar a população e clientes sobre o motivo do fechamento das agências bancárias, além da importância da adesão dos bancários à greve geral.

“Nossa categoria tem 30 mil trabalhadores no Rio de Janeiro. Podemos mostrar nossa força tanto na greve quanto na manifestação, com concentração programada para a Candelária, às 18 horas”, avalia Adriana Nalesso.

Últimas de Economia