Vinte e dois candidatos a deputado são presos por crimes eleitorais no estado

Foram substituídas 570 urnas eletrônicas que apresentaram problemas e não puderam ser usadas na votação

Por O Dia

Rio - O Tribunal Regional Eleitoral emitiu um balanço às 15 horas sobre o andamento da votação no estado. Foram presas 421 eleitores, sendo 220 na capital e 201 no interior, além de 22 candidatos, 12 da capital e dez deles no interior. O tribunal ainda não divulgou os nomes dos candidatos do interior que infringiram a legislação eleitoral.

Na capital, foram detidos candidados a deputado estadual e federal. Entre os candidatos a deputado estadual foram presos Dr. João Baptista (PT), Bombeiro Nascimento (Pros), Everton Gomes (PDT), Mauricio Araujo (Solidariedade), Vagner Ferreira (PSD). O deputado estadual Márcio Canela (PSC), que tenta a reeleição também foi detido. Dos candidatos a deputado federal foi detido Marcelo Borges (PDT), a candidata Stefane Katarine (PHS). O vereador S. Ferraz (PMDB) estava distribuindo "santinhos" de um candidato. 

Pelo menos 50 cabos eleitorais são presos fazendo boca de urnaAngélica Fernandes / Agência O Dia

Segundo o TRE-RJ, o vereador Marcelino de Almeida (Pros) tentou fugir correndo após receber voz de prisão em Padre Miguel. A subtenente que deteve o candidato relatou que ele transportava material de campanha de um candidato. Segundo a PM, ele estava transportando material de campanha de um candidato.

Eleitores presos

De acordo com o boletim, 421 eleitores foram presos, sendo 220 na capital e 201 no resto do estado. "Essas prisões são em decorrência da atuação que está sendo bem rigorosa nessa eleição. São várias equipes com apoio da polícia atuando desde a madrugada de hoje".

Também segundo o TRE,  570 urnas tiveram que ser substituídas no Rio após apresentarem problemas. O que representa 1,74% do estado.

O TRE se pronunciou sobre um problema relatado por eleitores durante a votação. Muitos reclamam que a mensagem FIM não está aparecendo após as escolhas. "O eleitor está verificando a porcentagem de processamento antes do registro do Fim. Quando ele confirma, aparece a progressão do processo de gravação do voto dele e o eleitor está interpretando isso equivocadamente. As urnas que apresentaram qualquer tipo de problema, foram substituídas", Adriana.

Em Niterói, onde a votação acontece com a biometria, os eleitores estão enfrentando longas filas. "O processo biométrico é mais lento porque quando há dificuldade na coleta da digital, a conferência é de até 8 vezes. Se depois de 8 vezes lançada a digital do eleitor tiver ainda sem habilitação, o presidente, com a senha, habilita aquele voto. E isso demora mesmo".

De acordo com a PM, foram apreendidos um milhão de panfletos, um carro de som, dois veículos e 500 kits de lanches que seriam distribuídos para cabos eleitorais. Cinco comitês eleitorais foram fechados.

Auditoria em urnas

Quatro urnas foram escolhidas ontem para auditoria no TRE-RJ neste domingo. As urnas são da seção 102 da 160ª ZE (Olaria); seção 87 da 136ª ZE (São Gonçalo); seção 57 da 150ª (Mesquita) e 117 da 201ª ZE (Nilópolis). Elas foram escolhidas por sorteio para votação paralela no TRE junto com fiscais de partidos e representantes da Procuradoria Regional Eleitoral. Não há um balanço parcial da auditoria.

Últimas de _legado_Eleições 2014