Projeto do Barça para reforma do Camp Nou tem ampliação para 105 mil lugares

Clube catalão vai gastar cerca de R$1,34 bilhão e obras teriam início em maio de 2017 e terminariam em fevereiro de 2021

Por O Dia

Espanha - O Barcelona apresentou nesta quarta-feira o projeto de reforma do Camp Nou. Os conselheiros do clube ainda vão fazer a votação. Caso seja aprovada, a reformulação do estádio custará cerca de 420 milhões de euros, ou seja, R$1,34 bilhão. As obras começariam em maio de 2017 e terminariam em fevereiro de 2021.

Teto retrátil será uma das novidades do projeto que vai remodelar o Camp Nou%2C estádio do BarcelonaDivulgação

Os catalães queriam deixar o Camp Nou e construir um novo estádio em um dos terrenos da Universidade de Barcelona, mas desistiram da ideia, por questões financeiras. Outra opção seria demolir o Camp Nou e reconstruí-lo no mesmo lugar do atual, também abdicada. O clube decidiu remodelar a tradicional arena, construída em 1957.

Uma das principais mudanças será a ampliação da capacidade de torcedores no Camp Nou, de 99 mil lugares para 105 mil. Os diretores também querem acrescentar uma cobertura (um teto retrátil), que o estádio não tem. Também serão erguidos um novo museu da história do clube e uma nova loja oficial. Além do estádio de futebol, o projeto prevê a demolição do ginásio de esportes e construção de outro, para dez mil torcedores.

Últimas de Esporte