Bom Senso rebate declaração do presidente da Ferj

Em carta aberta, movimento defende proposta de calendário

Por O Dia

Rio - O Bom Senso entrou em ação e rebateu declaração do presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro: Rubens Lopes. Em carta aberta, o movimento defendeu a proposta de melhoria do calendário do futebol brasileiro.

Confira, na íntegra, o texto do Bom Senso.

Carta Aberta ao Presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Sr. Rubens Lopes ::

Caro Presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Sr. Rubens Lopes:

No dia 26 de março último, o sr. concedeu declarações à Imprensa que se mostraram desabonadoras em relação ao Bom Senso Futebol Clube. Pelo que foi divulgado na mídia, suas palavras, a respeito de nossa proposta de calendário, foram estas:

"Isso é uma proposta esdrúxula, não sei quem teve a ideia. Só no Rio são 10 mil atletas que dependem disso para dar sustento à família, alguns clubes não podem atuar em um campeonato com apenas oito datas. Você aceitaria um emprego se te oferecesse apenas por um mês e meio?".

É lamentável que o sr, presidente Rubens Lopes, demonstre absoluto desconhecimento de nossas propostas. Aos fatos:

* Esdrúxulo é um campeonato em que o Flamengo joga para 375 pagantes e a primeira rodada das semifinais tem, em um jogo, pouco mais de três mil pagantes e, em outro, pouco mais de nove mil pagantes. Um campeonato que tem 15 rodadas que pouco valem, para, em seguida, ter-se quatro rodadas para a disputa de um título que se torna cada vez mais prescindível.

* Quem teve a ideia de se realizar Copas Estaduais em oito datas não foi uma pessoa, mas um conjunto de pessoas, que construiu um consenso. Na visão dessas pessoas, é melhor se ter Copas Estaduais em poucas datas, mas com jogos sempre de caráter decisivo, ao invés de se ter competições estaduais longas, modorrentas e sem atratividade, como acontece atualmente.

* Pelo visto, o sr. desconhece que nossa proposta garante atividades para todos os quase 700 clubes brasileiros por algo próximo a dez meses, via Campeonato Brasileiro das Séries A, B, C, D e E, jogados ao longo de todo ano. Portanto, nunca propusemos que os clubes só tivessem atividades por um mês e meio, todos eles, pela nossa proposta, jogam quase dez meses. (Nossa proposta você pode conferir aqui: https://www.bomsensofc.org/#propostas

* Bem ao contrário do que o sr. afirma, é o modelo atual que desemprega jogadores em massa: dos quase 700 clubes brasileiros, cerca de 500 jogam por pouco mais de três meses e, depois, não jogam mais.

* O atual Campeonato Carioca não tem 10 mil atletas. Ano passado, 73 clubes disputaram alguma de suas três séries. Se cada clube tiver um elenco de 30 atletas, em média, são cerca de 2.200 atletas, no máximo.

Presidente Rubens Lopes, o grande entrave para se ter um calendário mais racional no futebol brasileiro é, exatamente, a extensão dos Campeonatos Estaduais. Diminuir-lhes o período de duração, longe de desprestigiá-los, pode lhes fazer aumentar o interesse.

O sr. está convidado a entrar em contato conosco, conhecer nossas ideias, se informar sobre elas. quem sabe, assim, não se convence a rever conceitos.

Bom Senso Futebol Clube

Por um futebol melhor
para quem joga,
para quem torce,
para quem apita,
para quem transmite,
para quem patrocina.

Por um futebol melhor para todos.

Últimas de Esporte