As metamorfoses de Cezar Mutante

Apelido justifica as modificações do lutador na sua carreira

Por O Dia

Rio - O apelido de Mutante não é a toa e explica as muitas mudanças que ocorreram na vida de Cezar Ferreira, 30 anos. O paulista de Ibitinga, radicado em Belo Horizonte, pensou em abandonar o MMA num passado não tão distante e até catou latinhas para não deixar a família passar necessidade. Só quando a vida sorriu para ele é que pôde engrenar em 2006. Motivado por essa mutação forçada, o peso-médio pega americano Sam Alvey, no domingo, no UFC de Porto Alegre.

Mutante já foi segurança%2C trabalhou em loja de fast food e até catou latinha para sustentar a famíliaReprodução Internet

“Assim que cheguei ao Rio, seguindo o convite do Vitor Belfort, descobri que minha esposa estava grávida e aquilo mudou minha vida (risos). Eu não tinha como viver da luta, imagina sustentar uma família? Pensei em desistir, voltei para BH e comecei a trabalhar como segurança em casa de festas. Até catei latinha para arrecadar mais. Hoje, lembro-me disso e me dá ainda mais forças”, lembra Mutante. Exímio trocador, vide as boas exibições contra Sérgio Moraes e Daniel Sarafian, Cezar Mutante promete obrigar o rival a dar os três tapinhas: “Estou com meu jiu-jítsu muito forte. Acredito que essa vitória virá por finalização”, garante Cezar, a metamorfose em pessoa.

GRANDES NOMES NO FACE TO FACE

Um dos principais eventos de MMA do Brasil, o Face to Face realiza sua primeira edição do ano dia 21, na cidade de Itaboraí, recheado de grandes nomes. Entre os principais duelos estão Márcio Pedra x Sílvio Boxer, pelo o cinturão dos meio-médios (77kg), e Pedro Nobre x José Maria ‘No Chance’, entre os moscas (57kg).

LÉO SEM MAUS BOCADOS

Um dos que mais sofrem com a balança, o peso-leve Léo Santos buscou nutricionista em Macaé, sua terra natal, para pegar Tony Martin no Rio, dia 21 de março. “Na última luta tive problemas, mas agora vai dar certo”.

MOTIVAÇÃO EXTRA

Embora nunca tenha engrenado no UFC, Erick Silva aposta numa crescente após vitória sobre Ben Saunders no Rio: “Todo atleta busca o cinturão”.

Últimas de Esporte