Federação Inglesa acusa Diego Costa e Gabriel Paulista por conduta violenta

Atacante e zagueiro se estranharam no clássico entre Chelsea e Arsenal, no último sábado

Por O Dia

Inglaterra - A Federação Inglesa de Futebol (FA) acusou nesta segunda-feira o atacante Diego Costa, do Chelsea, e o zagueiro Gabriel Paulista, do Arsenal, por conduta violenta durante o clássico entre as duas equipes no último sábado, vencido pelos 'Blues' por 2 a 0, em Stamford Brigde.

Diego Costa é acusado por má conduta em clássicoEfe

O artilheiro naturalizado espanhol, de 26 anos, se envolveu em uma série de desentendimentos durante o jogo. Primeiro, discutiu e colocou a mão no rosto do defensor francês Laurente Koscielny. A confusão seguiu com Gabriel Paulista, que tomou as dores do companheiro de equipe. O jovem zagueiro brasileiro caiu na provocação e deu um leve chute no adversário, sendo expulso no lance. Diego Costa seguiu em campo após ser punido com um cartão amarelo.

Arsenal e Chelsea têm até amanhã para apresentar a defesa dos atletas no órgão máximo do futebol inglês. O meia espanhol Santi Carzola, também expulso do clássico após uma forte entrada no compatriota Cesc Fàbregas, foi advertido pela FA por seu comportamento. Os dois clubes também estão sendo acusados pela federação por serem incapazes de controlar seus jogadores. Apesar do árbitro da partida, Mike Dean não ter punido a atitude de Diego Costa contra Koscielny, um comitê formado por três ex-árbitros da FA estudou as imagens da partida e decidiu acusar o atacante dos 'Blues'.

Últimas de Esporte