Água no chope do campeão: Rosberg supera Hamilton e vence GP do México

Alemão largou na pole e conseguiu vencer o seu companheiro

Por O Dia

México - Depois de 71 volta, Nico Rosberg, da Mercedes, venceu o Grande Prêmio do México, disputado no circuito Hermanos Rodriguez que não recebia uma prova da principal catregoria do automobilismo mundial desde 1992. As previsões meteorológicas apontavam quase 90% de chance de chuva, mas o sol e nenhuma nuvem no céu afastaram qualquer possibilidade de água. Hamilton, campeão da atual temporada, terminou em segundo. Felipe Massa foi o 6º, Nasr abandonou na 59 volta.

Grande Prêmio do México teve a vitória de RosbergEfe

A CORRIDA

Antes da corrida começar, o piloto mexicano Sérgio Pérez foi muito festejado pelos torcedores. Nico Rosberg largou na pole position, seguido do companheiro de Mercedes, Lewis Hamilton, já campeão da temporada. Logo no início, Vettel e Ricciardo se tocaram. Pior para o piloto alemão que teve o seu pneu furado e teve que ir para o boxes trocar.

Pior do que Vettel, só Fernando Alonso. A corrida do espanhol durou apenas três curvas e a sua McLaren teve que deixar a corrida por problemas nos motores.

"A corrida acabou. Não tenho mais potência", disse Alonso pelo rádio.

Na 18 volta, Vettel voltou a passar por apuros. O alemão se esforçou para recuperar as posições que havia perdido por conta do pneu furado, mas acabou rodando sozinho na pista e foi parar em 16º.

Logo depois, foi a vez de Raikkonen e Bottas duelaram pela 6ª colocação. Pior para o piloto da Ferrari, que teve sua suspensão traseira quebrada e teve que deixar a prova. O carro vermelho chegou a tirar três rodas do chão. A FIA julgou o encontro como "normal".

Quase na metade da prova, na volta 28, Felipe Massa já era o 5º colocado, o xará Nasr, da Sauber, o 12º.

Lá na frente, Hamilton tentava diminuir a diferença para Rosberg, mas o piloto alemão pisava fundo para seguir na frente. Quando Nico teve que ir para os boxes, na volta 46, o britânico assumiu a ponta. Mas na hora em que ele foi chamado pela Mercedes para fazer a sua parada, o campeão contestou.

Classificação final do Grande Prêmio do MéxicoReprodução

"Vocês precisam checar os pneus. Para mim, estão bons", disse Hamilton pelo rádio. A Mercedes rebateu: "Eles estão quase no fim. Entre. É uma instrução da equipe", decretou. Contrariado, Hamilton aceitou a decisão e foi para os boxes, devolvendo a 1ª colocação para Rosberg.

Já Vettel mostrou que a bruxa estava mesmo solta e bateu na proteção de pneus na 52 volta, desde o GP da Austrália de 2006 que isso não acontecia: duas Ferraris fora. O safety car entrou na pista e Bottas, Kvyat, Ricciardo e Massa aproveitaram para fazerem seus segundos pit stops. A essa altura, Ricciardo já havia ultrapassado Massa, deixando o brasileiro na 6ª colocação.

Felipe Nasr conseguiu sustentar sua Sauber na pista só até a 59 volta. O brasileiro estava em 15º lugar quando perdeu o controle do carro e deixou o traçado, abandonando a prova. Pelo rádio, ele avisou que os freio haviam acabado.

Faltando seis voltas para o fim, Hamilton começou a pressão sobre Rosberg. A diferença entre as duas Mercedes chegou a ser de apenas 1 segundo. Mas o alemão conseguiu levar o seu carro na ponta até o fim da prova.