'É um futebol que me agrada', afirma Ronaldinho sobre jogar liga dos EUA

Durante partida beneficente na inglaterra, brasileiro mostrou interesse em disputar a MLS a partir do ano que vem. Jogador está sem clube desde que deixou o Fluminense em setembro

Por O Dia

Rio - Ronaldinho Gaúcho esteve na Inglaterra, neste final de semana, para participar de partida beneficente, organizada por David Beckham e Zinedine Zidane. Durante a estadia no país, o craque - que está sem clube desde setembro, quando acertou sua saída do Fluminense - foi entrevistado pela MLS, a liga norte-americana, e demonstrou interesse em atuar no futebol dos Estados Unidos.

Ronaldinho Gaúcho fala sobre jogar na liga dos Estados UnidosDivulgação

"Conheço muito bem a MLS. Tenho muitos amigos que jogam ou jogaram aqui. A liga está crescendo e é um futebol que me agrada", disse. Ronaldinho ainda falou sobre a simpatia que tem pelos EUA: "É um país que me encanta. Sempre que venho aqui as pessoas me tratam com muito carinho".

O craque já foi especulado em clubes como o Los Angeles Galaxy, onde jogou o próprio David Beckham - com quem Ronaldinho atuou durante sua passagem pelo Milan -, e New York Red Bulls, por onde passou Thierry Henry - francês que atuou ao lado do brasileiro no Barcelona. O Orlando City, do meia Kaká, seria outro interessado na contratação do jogador. 

"Meus amigos sempre falam muito bem da MLS e isso motiva todos os jogadores do mundo. É uma liga para a qual todos querem vir, porque os grandes estão vindo para cá", completou. 

Últimas de Esporte