Mercedes libera briga entre Rosberg e Hamilton mas deixa alerta aos pilotos

Companheiros de equipe estão na disputa pelo título da F-1

Por O Dia

Londres - A Mercedes divulgou nota nesta quinta-feira garantindo que o alemão Nico Rosberg e o britânico Lewis Hamilton têm "liberdade" para lutar nas corridas do Mundial de Fórmula 1, mas não devem perder pontos na competição de construtores.

"Nesta manhã, nos escritórios em Brackley, no Reino Unido, em uma reunião positiva entre Toto Wolff, Paddy Lowe, Hamilton e Rosberg, nossos pilotos foram informados que eles permanecem livres para lutar pelo título mundial. Acreditamos que essa é a essência da Fórmula 1, incluíndo o duelo entre companheiros de equipe", diz o texto.

Hamilton e Rosberg lutam pelo títuloEfe

A Mercedes cobrou, no entanto, que a liberdade seja acompanhada de um dever dos pilotos, além de respeito aos "valores a equipe", se referindo especialmente as disputas na pista, como na Áustria, quando os dois se tocaram, Rosberg teve asa dianteira quebrada e acabou caindo de primeiro para quarto, enquanto Hamilton pulou de vice para líder, ganhando o GP.

"Nas últimas cinco corridas houve três incidentes que nos custaram 50 pontos no campeonato de Construtores", alerta a direção da escuderia. A Mercedes deixou claro no comunicado que só interferirá nas disputas de pista, caso veja que os pilotos estão desrespeitando definições internas. "Eles devem lembrar que podem receber instruções durante a corrida, para proteger uma possível perda de pontos, como fizemos no Grande Prêmio de Mônaco, quando Nico tinha instruções de deixar Lewis passar", aponta o texto, que define a ordens de equipe como "última alternativa".

Últimas de Esporte