Dirigente do Barcelona é demitido por criticar Lionel Messi

'Sem Neymar ou Suárez ele não seria tão bom', disse o cartola do Barça

Por O Dia

Barcelona - Os fãs de Cristiano Ronaldo costumam pegar no pé de Lionel Messi e questionar seu talento, o mesmo vale para os 'messiânicos' em relação ao gajo. Mas ouse colocar em dúvida o total potencial do camisa 10 argentino se você for um funcionário do Barcelona. Foi o que fez Pere Gratacós, responsável pelas Relações Institucionais Esportivas do clube . Ele foi destituído do cargo ontem após ter dito que, embora seja o melhor, Messi não seria tão bom jogador sem companheiros de time como Neymar, Suárez, Iniesta e Piqué.

Gratacós fez a declaração durante o sorteio das quartas da Copa do ReiEfe

As palavras de Gratacós tiveram repercussão imediata, principalmente por terem sido ditas em Madri, onde representava o Barcelona no sorteio das quartas de final da Copa do Rei — o time catalão terá o Real Sociedad pela frente.

"Leo (Messi) é uma das pessoas mais importantes da equipe, mas também é preciso focar no resto, porque Leo sem Neymar, Luis Suárez, Iniesta ou Piqué e os demais jogadores, não seria tão bom jogador, embora seja o melhor", disse Gratacós.

OPINIÃO PESSOAL

Segundo informou a direção do Real Madrid, em comunicado, Gratacós foi destituído por ter expressado publicamente uma opinião pessoal que não coincide com a da entidade. A decisão de puni-lo foi tomada por Albert Soler, diretor de Esportes Profissionais, que a partir de gora, passará a acumular a função de responsável de Relações Institucionais Esportivas do clube.

Gratacós, porém, continuará vinculado ao Barcelona. Ele irá desenvolver algumas tarefas que já exercia no projeto de formação de atletas Masia 360°, na Cidade Esportiva Joan Gamper.

Últimas de Esporte