Nenê brilha e Harden tem atuação histórica em vitória do Rockets na NBA

Foi a primeira vez que um jogador fez mais de 50 pontos em um 'triple-double' na liga norte-americana

Por O Dia

EUA - Aos 27 anos, James Harden colocou mais uma vez seu nome na história da NBA. Na noite de sexta-feira, o armador anotou 51 pontos, deu 13 assistências e pegou 13 rebotes na vitória do Houston Rockets sobre o Philadelphia 76ers por 123 a 118, na casa do rival. Foi a primeira vez que um jogador fez mais de 50 pontos em um 'triple-double' na liga norte-americana.

Harden teve atuação espetacularDivulgação / Houston Rockets

Esse foi, aliás, o 14.º jogo na temporada em que Harden alcançou dois dígitos em três estatísticas. Com a temporada um pouco além da metade, ele está a um triple-double de igualar Michel Jordan, que anotou 15 na temporada 1988/89. Foi a quinta vez que ele passou dos 40 pontos em um triple-double na temporada, também um recorde, empatado com Oscar Robertson.

Nenê também teve uma grande noite na Filadélfia - dentro dos seus padrões, claro. O brasileiro anotou 21 pontos, sua mais alta pontuação em quase dois anos. Titular, ainda ajudou com seis rebotes e duas assistências. Foi a terceira partida seguida na qual o pivô passou dos 10 pontos.

A vitória deu um respiro ao Houston, que perdeu seis dos últimos 10 jogos. Mesmo assim é o terceiro do Oeste, com 35 vitórias e 15 derrotas. Agora um pouco mais próximo do San Antonio Spurs, que perdeu pela 10.ª vez ao cair diante do New Orleans Pelicans, por 119 a 103, na casa do adversário, depois de abrir 11 pontos no meio do terceiro quarto e sofrer a virada logo depois. O Golden State Warriors, vale lembrar, é o líder.

Anthony Davis colheu incríveis 22 rebotes, além de ter anotado 16 pontos. Jrue Holiday fez 23 pontos e fechou como cestinha junto com Kawhi Leonard, do Spurs, que voltou a jogar após duas partidas fora por lesão.

Melhor sorte teve o Cleveland Cavaliers, que bateu o lanterna Brooklyn Nets por 124 a 116, em casa, com 31 pontos de LeBron James e 28 de Kyrie Irving. A equipe vinha de três derrotas e, assim como o Rockets, também soma quatro vitórias, apenas, nos últimos 10 jogos. Lidera o Leste com 68,9% de aproveitamento, mas na classificação geral está em quarto, abaixo também da equipe de Houston, que tem 70%.

Vice no Leste, o Toronto Raptors conseguiu se livrar da mal fase e ganhou do Milwaukee Bucks por 102 a 86, encerrando uma série de seis derrotas seguidas. Assim, se manteve à frente do Boston Celtics, que ganhou do Orlando Magic por 128 a 98, também em casa. Pela equipe do Canadá, Lucas Bebê começou no banco, mas jogou por 23 minutos. Marcou nove pontos e pegou cinco rebotes.

Já o Miami Heat, vice-lanterna do Leste, chegou à surpreendente sexta vitória seguida ao bater o Chicago Bulls por 100 a 88. Depois de dois dias recheados de polêmicas, com os melhores jogadores do Bulls trocando indiretas pela imprensa e pelas redes sociais, o técnico Fred Hoiberg não teve dúvidas. Deu uma lição a Jimmy Butler, Rajon Rondo e Dwyane Wade e botou os três no banco de reservas. O brasileiro Cristiano Felício também não foi titular. Ele fechou o jogo com seis pontos e quatro rebotes em 23 minutos.

Em duelo direto pelo quarto lugar do Leste, o Atlanta Hawks recebeu o Washington Wizards e foi batido por 112 a 86. Ainda assim o Hawks segue na frente, numa escadinha que começa com o Cavaliers dois passos a cima, com 31 vitórias, seguido de Raptors (29), Celtics (28), Hawks (27) e Wizards (26). O Indiana Pacers ganhou do Sacramento Kings por 115 a 111, na prorrogação e, vencendo pela 24.ª vez, deixou para trás Hornets (23) e Bulls (23).

Últimas de Esporte